Treinador revela maior medo de McGregor: ‘Dano cerebral’

John Kavanagh espera que Irlanda introduza maiores regulamentações para o MMA

McGregor (esq) com John Kavanagh (dir) (Photo by Sportsfile/Corbis via Getty Images)

McGregor (esq) com John Kavanagh (dir) (Photo by Sportsfile/Corbis via Getty Images)

Veja Também

Ronda e Browne
Peso pesado do UFC acusa Browne de ‘se aproveitar’ de Ronda
Woodley (esq) e Thompson (dir) empataram no UFC 205, em novembro. (Foto: Getty Images)
Woodley e Thompson fazem revanche no UFC 209, em março
Ronda voltou a utilizar as redes sociais após derrota para Amanda. (Foto: Getty Images)
Ronda posta mensagem sobre recomeço e recebe apoio de Cyborg

Principal treinador de Conor McGregor, John Kavanagh conhece como poucos o campeão dos leves. E ele revelou um dos maiores medos do irlandês: ter algum tipo de dano cerebral por conta de golpes sofridos durante suas lutas.

Kavanagh reconheceu, inclusive, que o estilo de McGregor foi moldado tendo em vista esse temor. O treinador vê seu pupilo como um lutador com características defensivas, que entra e sai rapidamente e não troca golpes a esmo.

“É uma preocupação de todo lutador. Neste nível de luta, o risco é muito real. Mas acho que você pode contar em duas mãos o número de golpes limpos na cabeça que Conor sofreu em seus 10 anos de luta profissional. Seu estilo de luta responde a isso, porque seu estilo não é brigador. Ele não fica parado trocando golpes. Seu estilo é entrar e sair, ele é muito defensivo. Esse estilo nasceu de não querer perder e não querer sofrer golpes na cabeça, não querer “danificar o software””, comentou Kavanagh, ao jornal irlandês “The Independent”.

O treinador espera que haja mais conscientização sobre o tema de dando cerebral em esportes de combate, algo que deve ser iniciado na Irlanda em breve, segundo o próprio jornal. A ideia é que o Ministro dos Esportes do país, Shane Ross, passe a adotar regulamentos mais severos para a prática do MMA.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário