Miocic se revolta com UFC e reclama de salário: “Não é justo”

Campeão dos pesados se mostrou bastante incomodado por ter recebido menos que seu adversário em sua última luta

Miocic fez sua primeira defesa de cinturão contra Overeem, em setembro de 2016. (Foto: Getty Images)

Miocic fez sua primeira defesa de cinturão contra Overeem, em setembro de 2016. (Foto: Getty Images)

Nem mesmo o cinturão dos pesos pesados está sendo suficiente para deixar Stipe Miocic satisfeito no âmbito esportivo. Nesta última segunda-feira (16), o campeão dos pesados revelou que está bastante incomodado com o UFC, e o motivo é apenas um: dinheiro. De acordo com o lutador, ele ficou frustrado ao descobrir que havia recebido um salário menor que seu adversário em sua última luta, quando nocauteou Alistair Overeem no UFC 203, em Cleveland (EUA), sua cidade natal.

Veja Também

Werdum (esq.) e Miocic (dir.) se enfrentaram em maio deste ano. Foto: Buda Mendes/UFC
Em rede social, Werdum garante revanche com Miocic em 2017
Miocic fez sua primeira defesa de cinturão contra Overeem, em setembro de 2016. (Foto: Getty Images)
Miocic se revolta com UFC e reclama de salário: “Não é justo”
Cigano (esq.) venceu Miocic (dir.) em dezembro de 2014. Foto: Josh Hedges/Getty Images
Cigano sugere duelo contra Miocic: ”Fui o último a ganhar dele”

“(É) terrível. As coisas definitivamente precisam ser mudadas. Alguma coisa tem que mudar. Não é justo. (…) Eu só me sentia como se estivesse um pouco chateado. Tento fazer as coisas direito e trabalhar com eles, e eles simplesmente não me deram muito. Isso é culpa minha, mas também eles sabiam o que estavam fazendo. Eles transformaram minha bondade em fraqueza. Me disseram que era o melhor negócio que podiam fazer, e eu disse: “Oh, tudo bem, ótimo”. E depois descobri que não era”, disse Miocic, em entrevista ao programa The MMA Hour (EUA).

Questionado se teria conversado com os patrões a respeito do assunto, o campeão afirmou que sim, mas ressaltou que as justificativas não o convenceram.

“Blá, blá, blá, blá. Eles apenas inventaram alguma desculpa. Você está ganhando dinheiro comigo na minha cidade natal, e você está dando mais dinheiro ao homem que é um desafiante e que nunca ganhou o título no UFC? Definitivamente, deveria mudar. O fato de meu desafiante ganhar mais dinheiro que eu na minha última luta foi apenas uma espécie de tapa na cara”, desabafou Stipe, que concluiu dizendo que não pretender ganhar ‘um caminhão de dinheiro’, e sim valores mais justos, que condizem com seu atual status.

“Definitivamente, não estamos sendo injustos. Não estamos procurando um par de milhões ou algo assim, mas, definitivamente, receber por ganhar o cinturão, defendendo-o em minha cidade natal, e o cara ganhar mais dinheiro do que eu é apenas inédito. Isso é terrível”, concluiu.

Stipe Miocic, 34 anos, conquistou o cinturão dos pesados em maio de 2016, quando nocauteou Fabrício Werdum na luta principal do UFC 198, realizado em Curitiba. Ele defendeu seu cinturão em uma oportunidade, contra Alistair Overeenm em setembro passado, no UFC 203. Na ocasião, também nocauteou seu adversário no primeiro round. Ao todo, são dez vitórias e apenas duas derrotas no Ultimate, a última delas para Junior Cigano, em dezembro de 2014.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário