Julianna Peña garante que tem receita para vencer Amanda Nunes

Venezuelana rejeita noção de que a campeã dos galos é 'invencível' após triunfos decisivos sobre Miesha Tate e Ronda Rousey

Peña está a uma vitória de disputar título Foto: Josh Hedges/UFC

Peña está a uma vitória de disputar título Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Brunson vai enfrentar A. Silva no UFC 208, dia 11 de fevereiro. (Foto: Getty Images)
Brunson manda recado a Anderson Silva e afirma: “Tudo que preciso é de um golpe”
Trailer promocional do UFC 208 foi divulgado nesta terça-feira (17). (Foto: Reprodução)
Vídeo: Ultimate divulga trailer promocional do UFC 208 com Holm, Spider e Jacaré
Belfort (esq) e Gastelum (dir) vão medir forças em no UFC Fortaleza. (Foto: Produção SUPER LUTAS (Divulgação/UFC)
Veja primeira encarada entre Vitor Belfort e Kelvin Gastelum

Número 2 do ranking do peso galo, a venezuelana Julianna Peña está tão confiante que vai conseguir enfrentar a campeã Amanda Nunes que já tem um plano para vencer a brasileira. Segundo a vencedora do TUF 18, a Leoa sofre quando seus combates se prolongam. Para Julianna, a chave para vencer a dona do cinturão está em seu estilo de luta, que privilegia a força física e a luta olímpica.

“Amanda é boa na trocação, mas ao mesmo tempo eu a vi apanhando da lutadora que eu vou enfrentar. Ela não é uma espécie de unicórnio invencível. Ela pode ser vencida. Se eu conseguir sobreviver aos primeiros momentos de luta contra ela e conseguir controlar o gás, acredito que tenha uma chance muito grande de vencê-la. Eu sou o tipo de lutadora que te coloca na pior situação possível dentro do octógono. Eu tiro minhas adversárias das suas zonas de conforto, e as coloco aonde elas não querem estar. É assim que eu arranco as minhas vitórias. Eu vejo meu braço sendo levantado em todas as minhas lutas. Se você não achar que vai vencer, está no esporte errado”, comentou Peña ao site norte-americano TMZ.

Antes de pensar em Amanda, porém, a venezuelana precisa vencer Valentina Shevchenko, que vem de vitória sobre a ex-campeã Holly Holm. As duas fazem a luta principal do UFC Denver, no dia 28 de janeiro, e a vencedora deve enfrentar a brasileira. A expectativa do Ultimate é casar esse combate para o evento numerado que a companhia fará no meio do ano no Brasil.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário