Shogun critica ’amarrões’ e promete vitória de ‘qualquer jeito’ no UFC Fortaleza

Sem lutar desde maio de 2016, ex-campeão elogia Villante e diz que rival merece respeito: “É um ótimo atleta”

Shogun enfrenta G. Villante no UFC Fortaleza, dia 11 de março.

Shogun enfrenta G. Villante no UFC Fortaleza, dia 11 de março.

Conhecido por seu estilo agressivo dentro do octógono, Maurício Shogun não faz questão de esconder que prefere lutar com lutadores que, assim como ele, também buscam a trocação. E é o caso de Gian Villante, a quem irá enfrentar no UFC Fortaleza, agendado para o dia 11 de março. Embora tenha garantido que não escolhe adversários, Shogun aproveitou para criticar o estilo de jogo de atletas que, segundo ele, ‘amarram’ a luta e fazem um antijogo.

Veja Também

Shogun lutou apenas duas vezes nos dois últimos anos. Foto: Josh Hedges/UFC
Com luta marcada no UFC Fortaleza, Shogun explica ‘sumiço’ do octógono
Belfort vai enfrentar K. Gastelum no UFC Fortaleza, dia 11 de março. (Foto: Getty Images)
Para voltar a vencer, Belfort diz ter virado ‘ogro’: “Mudei a mentalidade”
Shogun (foto) vem de vitória sobre Corey Anderson Foto: Josh Hedges/UFC
Maurício Shogun pega Gian Villante no UFC Fortaleza

“A gente não escolhe adversários. O UFC sugere, e a gente aceita. Mas com certeza prefiro lutar com caras como ele, que buscam a luta, do que caras que gostam de amarrar. Estou feliz com essa luta, sei que vai ser dura, ele é um cara que merece todo o respeito, é um ótimo atleta. Nem casa bem (o estilo), mas é um estilo que deixa você fazer o seu jogo também. Tem cara que gosta de ficar amarrando, fazendo antijogo, então isso eu não gosto. Se eu vencer, de qualquer maneira, será ótimo. A gente busca tanto a vitória (por nocaute) que acaba dando brecha para o adversário fazer aquilo que quer, às vezes jogar com um pouco mais de cautela é mais seguro. Isso que penso, penso em vencer de qualquer jeito. Está ótimo”, declarou, em um “Media Day” realizado na terça-feira (17), na capital cearense.

Vindo de duas vitórias consecutivas, Shogun, sétimo lugar no ranking oficial do peso meio-pesado, minimizou o fato de seu oponente estar apenas na 13ª colocação da lista, afirmando que isso não faz diferença na hora da luta. Para ele, não existe luta fácil no UFC.

“Lutar no UFC é difícil porque todo mundo é bom, não tem nenhum cara meia boca. Então, às vezes o cara está em 10°, 12°, está chegando agora… Com certeza não penso em negócio de ranking, penso em fazer meu trabalho, lutar e ganhar” concluiu o curitibano, que revelou a intenção de lutar três vezes em 2017.

Além do confronto entre Maurício Shogun e Gian Villante, o UFC Fortaleza contará com o entre os pesos médios Vitor Belfort e Kelvin Gastelum na atração principal da noite.  Os confrontos entres pesos leves Edson Barboza x Beneil Dariush e Michel Tratos x Josh Burkman, além de nomes como Bethe Correia e Paulo Borrachinha, também estão confirmados no card.

CARD DO UFC FORTALEZA (até o momento):

Peso médio: Vitor Belfort x Kelvin Gastelum
Peso meio-pesado: Maurício Shogun x Gian Villante
Peso leve: Edson Barboza x Beneil Dariush
Peso leve: Michel Trator x Josh Burkman
Peso galo: Bethe Correia x Marion Reneau
Peso médio: Paulo Borrachinha x Alex Nicholson

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário