Woodley reclama do UFC: “Sou o campeão com pior tratamento da história”

Campeão dos meio-médios (até 77kg) demostrou insatisfação pela maneira que vem sendo tratado pela organização

Woodley é o atual campeão dos meio-médios. (Foto: Getty Images)

Woodley é o atual campeão dos meio-médios. (Foto: Getty Images)

Tyron Woodley não está nada satisfeito com o Ultimate. E quem revela isso é o próprio lutador. Em entrevista a “ESPN” (EUA), o campeão peso meio-médio da organização reclamou da forma como vem tratado, alegando que não recebe o respeito que, segundo ele, fez por merecer. Com a revanche contra Stephen Thompson agendada para o UFC 209, dia 4 de março, ele promete responder aos patrões dentro do octógono.

Veja Também

Woodley (esq) e Thompson (dir) empataram no UFC 205, em novembro. (Foto: Getty Images)
Woodley e Thompson fazem revanche no UFC 209, em março
Woodley (foto) quer lutar pelo título dos médios Foto: Divulgação
Woodley lamenta situação de Demian Maia: ‘Merecia chance’

“Eu sou de longe o campeão com pior tratamento da história do UFC. Quando chegar o dia 4 de março, irei avançar no meu legado e vou continuar o que estou fazendo”, declarou Woodley, completando que não entende a razão pela qual a companhia não lhe dá mais espaço nas promoções.

“Sou um marido, pai de quatro, dono de academia, ator, comentarista, dublê, cristão… Por qualquer caminho que você vá, eu estou lá. Cresci na periferia em meio a gangues, sou de uma família de 14 e fiz a escolha de ser bem-sucedido. Por que não me promover? Estou lutando pra caramba. Nunca usei esteróides anabolizantes na minha vida… Por que não me promovem?”, desabafou.

O norte-americano também causou polêmica ao insinuar uma suposta falta de oportunidades para os negros no esporte. Como exemplo, citou o campeão peso mosca Demetrious Johnson e o ex-detentor do cinturão dos meio pesados, Jon Jones.

“O melhor lutador peso por peso, Demetrious Johnson, homem afro-americano é um verdadeiro diabo da Tasmânia. Por que ele não tem os grandes contratos? Por que ele não está fazendo mais dinheiro? Qual é a diferença? Pense nisso. O segundo, Jon Jones, pisou em uma casca de banana, reconheço que ele é o seu pior inimigo, mas eles não podem esperar e jogá-lo debaixo do ônibus. Pessoas de diferentes raças têm tantas chances diferentes”, concluiu Tyron.

Woodley, 34 anos, se tornou campeão da categoria ao derrotar Robbie Lawler no UFC 201, em julho de 2016, por nocaute no primeiro round. Com 16 vitórias e apenas três derrotas na carreira, não sabe o que é perder desde 2014, quando foi superado por Rory MacDonald na decisão unânime dos juízes. No Ultimate, soma seis resultados positivos, dois negativos e um empate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário