Cinco motivos para assistir o Bellator 170 neste sábado

Entre no clima do Bellator 170 e saiba porque você não pode deixar de acompanhar

Sonnen (esq) e Ortiz (dir) vão se enfrentar no Bellator 170, neste sábado (20). (Foto: Divulgação)

Sonnen (esq) e Ortiz (dir) vão se enfrentar no Bellator 170, neste sábado (20). (Foto: Divulgação)

O Bellator chega a sua edição 170 com um dos maiores show de sua história. Neste sabado (20), o fã de MMA terá a oportunidade de viajar na história do esporte com representantes de rivalidades históricas, veteranos em ação e promessas em busca de espaço.

Veja Também

T. Ortiz (foto) enfrenta Sonnen dia 21 de janeiro. Foto: Divulgação
Tito Ortiz chama Sonnen de inimigo e promete ‘destruí-lo’ no Bellator 170
Sonnen (esq) e Ortiz (dir) se enfrentaram no Bellator 170. (Foto: Divulgação)
Sonnen provoca Ortiz: “A única que ganhou dinheiro com a boca foi sua ex-mulher”
Marlon é o atual campeão peso galo do WSOF (World Series Of Fighting). (Foto: MMAJunkie)
Na mira do UFC, Marlon Moraes realiza evento beneficente em Nova Friburgo

Na luta principal, o duelo entre Tito Ortiz, ex-campeão do UFC e membro do Hall da Fama, contra o falastrão Chael Sonnen, um dos maiores rivais da carreira de Anderson Silva. Antes disso, dois trocadores de mãos pesadíssimas prometeram ficar em pé até alguém cair: Brennan Ward enfrenta Paul Daley, ex-UFC. Isso sem contar na renovação de uma rivalidade histórica entre a família Gracie e lutadores do Japão. Ralek Gracie pega Hisaki Kator.

Outros brasileiros como Chinzo Machida e o ex-TUF Guilherme Bomba, também entrarão em ação no Bellator 170. O evento ainda tem lutas do antigo lutador do UFC Kevin Casey e de outro ex-integrante do TUF, Cody Bollinger.

Para você entrar no clima do Bellator 170, o SUPER LUTAS preparou cinco motivos para você assistir o evento.

1 – O último ato de Tito e a estreia de Sonnen

Como se pode ver acima, não há nenhum respeito entre Chael Sonnen e Tito Ortiz. O ex-campeão do UFC já avisou que perdendo ou ganhando esse será o último combate de sua carreira. Porém, a luta também serve como um recomeço para Sonnen, que deixou o UFC pela porta dos fundos após ser reprovado em exame antidoping.

Após quase quatro anos fora das competições de MMA, o “Gângster Americano” entra na divisão dos meio-pesados precisando ganhar de Ortiz para justificar uma futura luta contra Wanderlei Silva e dar credibilidade a uma improvável corrida pelo cinturão da divisão, na posse de Phil Davis. Para Ortiz, as provocações de Sonnen estão engasgadas na garganta e só um triunfo na última luta de sua carreira será o suficiente.

2 – MMA além do UFC

Page brinca com Cyborg após vitória. Foto: Bellator

Page brinca com Cyborg após vitória. O inglês é um dos astros do Bellator Foto: Bellator

O Bellator 170 mostra mais uma vez que há vida além do UFC para os amantes de MMA. O evento tem grandes nomes e será transmitido na TV a cabo para os brasileiros norte-americanos, ao contrário dos principais shows do Ultimate, que são distribuídos por pay-per-view.

Os fãs de lutas podem assistir grandes lutas, neste sábado, com trocadores como Paul Daley, o jiu-jitsu de Ralek Gracie e todo o show promovido por Chael Sonnen e Tito Ortiz

3 – Rivalidade Japão x Família Gracie

Ralek Gracie (esq) enfrenta Hisaki Kato (dir) FOTO: Divulgação

Ralek Gracie (esq) enfrenta Hisaki Kato (dir) FOTO: Divulgação

Nos últimos anos, Ralek Gracie ficou mais conhecido como empreendedor do que lutador. Fundador do Metamoris, evento de luta agarrada, o brasileiro tem tido problemas para fechar as contas e volta o foco para o MMA. Ele está invicto, com três vitórias, incluindo uma sobre Kazushi Sakuraba, o “Caçador de Gracies”. Porém, não luta desde 2010. É mais um membro da família que tenta a sorte no MMA recentemente.

Hisaki Kato, seu adversário deste sábado, porém, tem sido bem mais ativo e, só no Bellator, tem três lutas, e também atuação no Rizin. Seu nocaute sobre Joe Schilling, no Bellator 139, é um dos mais bonitos da história do evento.

Os dois estarão renovando uma das mais antigas e importantes rivalidades do esporte. A família Gracie e lutadores do Japão se enfrentam há mais de 60 anos, desde quando Hélio Gracie quase resistiu ao mais pesado Masahiko Kimura no Maracanã. Foi essa rivalidade, inclusive, que motivou a abertura do Pride, que teve Rickson Gracie, filho de Hélio, contra Nobuhiko Takada em sua primeira luta principal. Desta vez, vitória dos Gracie e do Brasil. Vamos ver quem leva a melhor no Bellator 170…

4 – Chinzo Machida sairá da sombra do irmão?

Chinzo (esq.) e o irmão Lyoto (dir.) estão em eventos rivais Foto: Reprodução

Chinzo (esq.) e o irmão Lyoto (dir.) estão em eventos rivais Foto: Reprodução

Por anos, a presença de Chinzo Machida no córner do irmão Lyoto era certa. Agora, porém, os papéis parecem ter se invertido – pelo menos temporariamente. Cumprindo suspensão por doping, o ex-campeão do UFC acompanhará Chinzo em sua segunda luta pelo Bellator, contra Jamar Ocampo.

Apesar da idade avançada, 39 anos, o brasileiro tem boas chances de avançar no evento. Pelo menos, o começo foi promissor: nocaute fulminante sobre Mario Navarro no Bellator 160. Agora, Chinzo tem a chance de estender a eficiência do caratê Machida a outros eventos norte-americanos. E desta vez, Lyoto estará no seu córner.

5 – Guilherme Bomba busca consistência

Bomba (esq.) ouve conselhos de Sonnen no TUF. Foto: Luiz Pires Dias/UFC

Bomba (esq.) ouve Sonnen no TUF. Foto: Luiz Pires Dias/UFC

Guilherme Bomba, amigo pessoal de Chael Sonnen (os dois se conheceram nas gravações do TUF Brasil), terá a oportunidade única de lutar no mesmo evento que o norte-americano. Porém, por conta principalmente de sua inconsistência, o brasileiro precisou se contentar com um lugar na porção preliminar do Bellator 170.

Bomba tem uma vida fora do octógono bastante badalada – ele é namorado da cantora Demi Lovato. Neste sábado, ele tem a oportunidade de mostrar seu valor para além disso. Antes de estrear no Bellator, ele vinha de derrota para outro ex-TUF Brasil, Márcio Pedra. Porém, sua primeira luta no evento norte-americano animou: finalização no primeiro round contra Jordan Dowdy. Será que vem a segunda vitória seguida?

FICHA TÉCNICA BELLATOR 170:

DATA E HORÁRIO: 21/01/2017, a partir de 22h (horário de Brasília)
LOCAL: The Forum, Inglewood, Estados Unidos
TRANSMISSÃO: FOX Sports

Meio-pesado: Chael Sonnen x Tito Ortiz
Meio-médio: Brennan Ward x Paul Daley
Médio: Hisaki Kato x Ralek Gracie
Pena: Georgi Karakhanyan x Emmanuel Sanchez
Leve: Derek Campos x Derek Anderson
Pena: Chinzo Machida x Jamar Ocampo*
Meio-médio: Guilherme Bomba x John Mercurio*

*Lutas do card preliminar

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário