Com luta marcada, Cerrone mira duelo com Demian e mais quatro lutas em 2017

Cowboy, que enfrenta Jorge Masvidal no próximo sábado (28), no UFC on Fox 23, quer fazer seis lutas em 2017

D. Cerrone quer enfrentar Demian em 2017. (Getty Images)

D. Cerrone quer enfrentar Demian em 2017. (Getty Images)

Donald Cerrone é conhecido por seu estilo “fominha”, de sempre se manter muito ativo e não recusar oponentes. E se depender do próprio lutador, o status vai se manter em 2017. Com lutar marcada para o próximo sábado (28), quando enfrenta Jorge Masvidal no UFC on Fox 23, o ‘Cowboy’ já está fazendo planos para o restante da temporada, incluindo um duelo contra Demian Maia e mais cinco lutas no ano.

Veja Também

Cerrone (esq) e Masvidal (dir) se enfrentar em janeiro de 2017. (Foto: Produção SUPER LUTAS / Getty Images)
Donald Cerrone e Jorge Masvidal se enfrentam no UFC on Fox 23
Demian (foto) vem em grande sequência nos meio-médios. Foto: Buda Mendes/UFC
Demian garante que vai esperar por vencedor de Woodley e Thompson

“Eu queria lutar em março. Sei que vai ter uma luta pelo título no UFC 209 (Woodley x Thompson), então tenho que pegar um dos principais desafiantes. Tomara que o Demian Maia pare de ficar esperando por uma luta ou, quem sabe, o Robbie Lawler. Quem está atrás de mim no ranking eu nem me importo”, declarou Cerrone, em entrevista ao site “Fox Sports” (EUA).

Além do desafio ao brasileiro, o lutador também deseja enfrentar outro top da divisão dos meio-médios: o ex-campeão Robbie Lawler. De quebra, revelou que a intenção é conquistar o cinturão da categoria e defendê-lo por três vezes em 2017.

Nick Diaz rejeitou o Robbie. Demian Maia também. Sabe quem ainda não fez isso com o Robbie? Eu! Então, me coloquem para enfrentar ele. Esse nome não me assusta. Gosto do Robbie Lawler, mas podem trazê-lo. Se eu pudesse fazer seis lutas em 2017, meus treinadores ficariam felizes, eu também e teria a chance de conquistar o cinturão e ainda defendê-lo três vezes”, concluiu.

Cerrone, 5º no ranking da categoria, vem de quatro vitórias consecutivas, todas pela via rápida – a mais recente foi no UFC 206, dia 10 de dezembro de 2016, quando nocauteou Matt Brown no terceiro round. Das últimas 15 vezes em que pisou no octógono, venceu 13, sendo superado apenas duas vezes, ambas pelo brasileiro Rafael dos Anjos. Ao todo, são 23 lutas no Ultimate, com 19 triunfos e quatro derrotas, além de 12 bônus de performance da noite.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário