Cormier admite obsessão por Jon Jones e minimiza Johnson

Campeão meio-pesado revela que gostaria de enfrentar seu rival 'várias vezes' até se aposentar do MMA

D. Cormier (foto) é campeão do UFC desde maio de 2015. Foto: Divulgação

D. Cormier (foto) é campeão do UFC desde maio de 2015. Foto: Divulgação

Daniel Cormier defende seu título meio-pesado do UFC contra Anthony Johnson, no UFC 210, mas sua mente segue focada em uma revanche com Jon Jones. O ex-dono do cinturão foi o único a ter derrotado DC no MMA, quando os dois lutaram no UFC 182. Porém, Bones acabou tendo problemas fora do octógono e teve seu título retirado. O atual campeão admite que ainda pensa no rival e garante que não se incomodaria se lutasse apenas contra Jon Jones, várias vezes, até o fim de sua carreira.

Veja Também

A. Silva fala com a imprensa no Media Day para o UFC 208 (FOTO: João Vitor Xavier/SUPER LUTAS)
Anderson Silva reitera interesse em enfrentar Conor McGregor
Glover (foto) falou sobre o crescimento de Manuwa(Foto: UFC)
Glover Teixeira sobre Jon Jones: “Ele não está nem aí para o UFC”
T. Ortiz reclamou de teorias da conspiração
Tito Ortiz responde à alegação de luta armada: ‘Vão se f…’

“Eu quero essa luta. Gostaria de lutar com ele a toda hora. Sempre disse isso. Por mim, eu lutaria com Jones até o fim da minha carreira”, comentou Cormier, ao programa de rádio norte-americano “The Luke Thomas Show”, reiterando que não acha que seu próximo adversário é tão difícil quanto o próprio Jones.

“Não estou tão preocupado com Johnson e com o que ele faz. Eu tenho que me preparar e me preocupar com o que eu faço. Falando honestamente, o único cara que eu estudo, que eu me preparo especificamente é Jon Jones. Porque eu sei que, com o resto dos caras da divisão, minhas habilidades são melhores que as deles. Anthony soca forte e chuta forte. Há muitos caras que fazem isso. Mas não há lutadores que fazem o que Jones é capaz de fazer. Suas habilidades são tão diferentes que eu preciso me preparar especificamente para ele”, ponderou.

Cormier conseguiu o título meio-pesado em sua primeira luta contra Anthony Johnson. “Rumble” enfrentaria Jon Jones pelo título no UFC 187, mas o então campeão perdeu o título após se envolver em acidente enquanto dirigia sob a influência de drogas e bebida. O atual campeão o substituiu e venceu Johnson por finalização. Desde então, DC defendeu seu título contra Alexander Gustafsson e venceu Anderson Silva em duelo de três rounds. Já Johnson enfileirou três oponentes: Jimi Manuwa, Ryan Bader e Glover Teixeira.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário