Dana minimiza intenção de Amanda disputar segundo cinturão no UFC

Presidente do UFC diz que brasileira deveria se preocupar em defender o cinturão dos galos

Dana esfriou os planos de Amanda. (Foto: Divulgação)

Dana esfriou os planos de Amanda. (Foto: Divulgação)

Atual campeã peso galo feminino do UFC, Amanda Nunes já revelou seu desejo de conquistar o cinturão peso pena, se tornando, ao lado de Conor McGregor, a segunda atleta a ter dois títulos simultâneos na organização. Contudo, se depender de Dana White, presidente do Ultimate, a vontade da Leoa dificilmente se tornará realidade. 

Veja Também

Dana respondeu as declarações de McGregor. Foto: Divulgação
Dana White alerta McGregor: “Se seguir este caminho, terá uma queda épica”
McGregor está liberado para lutar boxe em Las Vegas (FOTO: Steve Marcus/UFC)
McGregor garante próxima luta no boxe e xinga o UFC e Mayweather

“Vamos pisar no freio. Deixe ela defender seu cinturão primeiro. Ela ainda não defendeu seu cinturão. Agora todo mundo quer subir de categoria. Precisamos segurar um pouco essa onda”, declarou o mandatário, em conversa com os jornalistas após o UFC Denver, no último sábado (28). esquecendo-se de que a luta entre Amanda Nunes e Ronda Rousey no UFC 207, em dezembro passado, foi a primeira defesa de cinturão da brasileira, que conquistou o título contra Miesha Tate no UFC 200.

Recentemente, Amanda afirmou que gostaria de enfrentar a primeira campeã peso pena feminino da organização, e admitiu que um duelo contra Holly Holm, ex-detentora do cinturão dos galos, seria mais interessante para ela.

“Eu quero subir para o peso-pena e enfrentar Holly Holm pelo cinturão, porque acho que ela vai vencer Germaine. Ela é melhor e deve sair vencedora dessa luta. Os fãs querem ver esse duelo, porque nós somos as únicas a termos vencido Ronda Rousey. Seria uma grande luta. Ainda não tive tempo de falar sobre isso com o UFC, porque ainda não parei desde a luta contra Ronda, mas tenho deixado isso claro nas minhas redes sociais. Falarei com Dana White em breve. Quero enfrentar Holly Holm e depois ver o que acontece. Das duas lutadoras que se apresentaram em Denver, uma eu já venci e a outra não faria comigo um evento principal. Eu quero fazer a luta principal de um evento numerado, quero fazer lutas grandes, como foi a minha última. Quero fazer história, e Holly Holm é o melhor nome para isso”, disse a campeã, em entrevista recente. 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário