Mousasi diz que veto de Trump pode impedir luta com Weidman

Curiosamente, peso médio havia declarado simpatia por novo presidente antes da eleição de novembro do ano passado

Mousasi venceu suas últimas quatro lutas, sendo três por nocaute. (Foto: Getty Images)

Mousasi venceu suas últimas quatro lutas, sendo três por nocaute. (Foto: Getty Images)

 

As medidas do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, podem impedir que o peso médio Gegard Mousasi enfrente Chris Weidman. A luta é uma das mais esperadas do UFC 210, que ocorre no dia 8 de abril, em Buffalo, no estado de Nova York.

Veja Também

Manuwa (esq) e C. Anderson (dir) medem forças em março. (Foto: Produção SUPER LUTAS / Getty Images)
Manuwa x Anderson é a nova luta principal do UFC Londres
D, Cruz (foto) vem de derrota para  C. Garbrandt  (Foto: Getty Images)
Ex-campeão Cruz desdenha de brasileiro e mira luta pelo cinturão
D. White (esq) teve conversa com R. Rousey (dir) Foto: Divulgação
Após conversa, Dana revela que Ronda Rousey deve se aposentar

Nascido no Irã, Mousasi tem passaporte holandês, mas Trump tem impedido vistos de entrada no país para países de maioria muçulmana. Segundo o próprio lutador, isso coloca sua chegada aos Estados Unidos em perigo e o UFC está trabalhando para que ele não tenha problemas para entrar em Buffalo.

“Eu tenho nacionalidade holandesa, mas também tenho um visto. Mas mesmo com o visto você está em apuros, ouvi dizer. Vou ouvir mais sobre isso esta semana. Os advogados do UFC estão ocupados, e as pessoas que arrumam os vistos também estão. Então, não está nas minhas mãos. Meu trabalho é me preparar e estar pronto para o jogo. Só é importuno”, comentou Mousasi ao site holandês Telesport.

Curiosamente, em entrevista ao programa The MMA Hour, antes da eleição norte-americana, o peso médio declarou simpatia por Trump e disse não gostar de sua então adversária, a democrata Hillary Clinton.

O UFC 210 é encabeçado pela revanche entre o campeão Daniel Cormier e o desafiante Anthony Johnson pelo título dos meio-pesados. Na primeira luta entre os dois, DC levou a melhor ao finalizar “Rumble” no terceiro round, após quase ser nocauteado. Outro duelo meio-pesado confirmado para o evento opõe o norte-americano Patrick Cummins e o polonês Jan Blachowicz.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário