Já suspenso, Ricardo Demente cai em outro teste antidoping

Brasileiro vinha cumprindo suspensão por uso de substância proibida. Punição deve dobrar se for confirmada nova infração

R. Abreu não luta desde 2015 (FOTO: Josh Hedges/Getty Images)

R. Abreu não luta desde 2015 (FOTO: Josh Hedges/Getty Images)

Veja Também

Jones está liberado para voltar ao octógono a partir de julho de 2017. (Foto: Getty Images)
Dana White garante que Jones disputará o cinturão em seu retorno
Koscheck fará sua estreia no Bellator 172, dia 17 de fevereiro. (Foto: Getty Images)
Ex-UFC, Koscheck estreia no Bellator contra brasileiro
Zingano mostrou treino inusitado em academia. (Foto: Getty Images)
Lutadora do UFC posta vídeo recebendo chutes de ‘gigante’

Ex-integrante do TUF Brasil 3, o peso médio Ricardo “Demente” Abreu foi pego em teste antidoping feito em dezembro de 2016, e pode agravar a sua situação perante ao UFC e à USADA (Agência Antidoping). Isso porque ele já estava suspenso por uso de uma substância proibida. Em junho do ano passado, foram detectados metabólitos de esteróides anabolizantes em seu exame e ele foi punido com uma suspensão de dois anos.

Se for confirmado que o resultado do novo teste foi positivo, “Demente” pode ficar o dobro de tempo fora do MMA, com uma suspensão que pode chegar a quatro anos. Atualmente, ele só poderá voltar a lutar em junho de 2018. O UFC não divulgou a substância proibida encontrada no exame do brasileiro e reiterou que ele terá a chance de se defender, caso queira.

Ricardo Abreu tem o apelido de “Demente” vindo do jiu-jitsu, onde começou sua carreira esportiva. Antes de estrear no UFC, treinou a parte de jiu-jitsu de nomes como Michael Bisping e Anderson Silva. Pelo Ultimate, tem uma vitória, sobre Wagnão Silva, e uma derrota, diante de Jake Collier, além de ter chegado às semifinais do TUF Brasil 3, onde perdeu para Márcio Lyoto. O brasileiro não luta desde o revés para o norte-americano, em junho de 2015.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário