Com 20 anos de carreira, Anderson revela ansiedade para o UFC 208

Na véspera de duelo com Brunson, 'Spider' garantiu que ainda se sente ansioso antes de entrar no octógono

 

 

Anderson enfrenta D. Brunson no UFC 208, neste sábado. (Foto: Getty Images)

Anderson enfrenta D. Brunson no UFC 208, neste sábado. (Foto: Getty Images)

Anderson Silva luta profissionalmente desde 1997, mas engana-se quem pensa que os 20 anos de experiência tiraram o ‘frio na barriga’ do ex-campeão dos médios. Prestes a enfrentar Derek Brunson no UFC 208, neste sábado (11), no Brooklyn (EUA), o brasileiro revelou que ainda fica ansioso nas vésperas de seus duelos. De acordo com ele, todo lutador precisa ter esse sentimento antes de subir no octógono.

Veja Também

Thunder (dir) posa com A. Silva (esq) FOTO: Arquivo Pessoal
Parceiro de Anderson que simulou Brunson crava: ‘Spider vai nocautear’
A. Silva fala com a imprensa antes do UFC 208 (FOTO: Jeff Bottari/Getty Images)
Anderson defende sindicato de lutadores: ‘Evolução do esporte’
A. Silva brinca com D. Brunson após encarada (FOTO: Jeff Bottari/Getty Images)
Na primeira encarada, Anderson posa abraçado com rival Derek Brunson

“É uma pergunta importante, porque a partir do momento que você perder essa ansiedade, é melhor parar de lutar. Eu me sinto bem com essa ansiedade, é o que me traz a vontade de estar lutando e de fazer o que amo. Eu faço de tudo um pouco, jogo videogame, assisto a bastante filmes… Só não fui às compras porque está frio para caramba (risos). Não tem muito segredo, eu procuro relaxar. Estou motivado para provar para mim quanta energia e quanta paixão eu tenho por esse esporte. Estou feliz e empolgado para lutar em Nova York”, declarou ‘Spider’.

Quando questionado a respeito do porte físico de seu adversário, Anderson não demonstrou preocupação e citou o nome de Royce Gracie, um dos pioneiros do Ultimate e que marcou seu nome na história ao derrotar oponentes maiores e mais fortes fisicamente na época do Vale-Tudo. De quebra, voltou a cogitar um duelo contra Conor McGregor.

“Esse esporte é muito interessante, porque anos atrás, Royce Gracie enfrentou caras grandes. Eu acho que uma superluta contra o Conor é interessante porque ele é muito bom em pé, seria um desafio para mim e para minhas habilidades”, concluiu.

UFC 208

CARD PRINCIPAL
Peso pena: Holly Holm x Germaine De Randamie
Peso médio: Anderson Silva x Derek Brunson
Peso médio: Ronaldo Jacaré x Tim Boestch
Peso meio-pesado: Glover Teixeira x Jared Cannonier
Peso leve: Dustin Poirier x Jim Miller
CARD PRELIMINAR
Peso meio-médio: Randy Brown x Belal Muhammad
Peso mosca: Wilson Reis x Yuta Sasaki
Peso leve: Nik Lentz x Islam Makhachev
Peso mosca: Ian McCall x Jarred Brooks
Peso pesado: Marcin Tybura x Justin Willis
Peso médio: Ryan LaFlare x Roan Jucão
Peso pena: Rick Glenn x Phillipe Nover

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário