Werdum admite que não torcerá para Cigano e vê Miocic como favorito

Ex-campeão, Werdum opinou sobre luta principal do UFC 211, que definirá o próximo campeão dos pesados

Werdum comentou sobre a luta principal do UFC 211. (Foto: Getty Images)

Werdum comentou sobre a luta principal do UFC 211. (Foto: Getty Images)

Fabrício Werdum não faz questão de esconder sua rixa com Junior Cigano. Desafeto declarado do catarinense, ‘Vai Cavalo’, foi sincero em admitir que não torcerá para o seu compatriota no dia 13 de maio, quando Cigano enfrentará o campeão Stipe Miocic na luta principal do UFC 211, em disputa válida pelo cinturão dos pesos pesados.

Veja Também

Werdum voltou a criticar Cigano. (Foto: Reprodução / YouTube / UFC)
Werdum chama Cigano de “McGregor brasileiro” e dispara: “É ridículo”
J. Cigano (foto) criticou F. Werdum (FOTO: Mike Roach/Getty Images)
Júnior Cigano debocha do desafio de Werdum e dispara: ‘Ele está confuso’
Werdum (esq) e Rothwell (dir) vão se enfrentar em maio. (FOTO: Getty Images/Produção: SUPER LUTAS)
Fabrício Werdum enfrenta Ben Rothwell no UFC 211, em maio

“E aí as pessoas vão perguntar: “Mas você não vai torcer pro Cigano?”. Não, não vou torcer pro Cigano. Pras pessoas que não sabem, a gente tem uma rixa, mas foi mais ele quem criou, eu não criei tanto. A gente lutou em 2007 ou 2008, mas ele começou a falar muita coisa a meu respeito na internet e eu não achei legal. Eu já não era o campeão para ele falar alguma coisa de mim. Até tem uma história que, quando eu lutei com o Cain Velásquez no México, o Cigano estava lá como lutador convidado. Alguns amigos meus que estavam perto dele me disseram que ele estava torcendo muito por mim, que ele vibrou quando eu ganhei. Mas eu disse que não tinha como. Ele não estava torcendo porque eu sou brasileiro, porque ele é meu amigo, pois não somos amigos. Qual era o pensamento dele? “Já perdi duas vezes pro Cain Velásquez, ganhei do Werdum uma vez lá atrás”. Então, na cabeça dele, ele acha que ganha de mim, mas não ganha do Velásquez. Por isso que ele estava torcendo pra mim, porque achou que eu ía ganhar o cinturão e ele ía tirar o cinturão de mim. Porém, acho que vai acontecer o contrário agora, porque ele achava que iria tirar o cinturão de mim, mas eu sei que vou tomar o cinturão do Cigano. Se ele ganhar do Miocic, a gente vai lutar”, declarou o lutador, em entrevista ao site ‘Combate.com’.

Questionado a respeito da revanche que vai definir o próximo campeão dos pesados, Werdum foi sincero em falar que viu vitória de Cigano no primeiro confronto, ocorrido em dezembro de 2014. Agora, no entanto, o brasileiro vê Miocic com maiores chances de sair com o braço levantado após o duelo.

“Eu vejo uma luta muito interessante, porque o Miocic e o Cigano já lutaram. Foi uma luta bem parelha, de cinco rounds, então ficou 2 a 2 e, no quinto round, o Cigano realmente ganhou. Muita gente deu a vitória pro Miocic, mas eu dei pro Cigano, porque eu achei que ele ganhou mesmo,  fez a diferença, botou para baixo, deu mais ritmo na luta. Porém, acho que a revanche vai ser diferente. Como o Miocic é o atual campeão, acho que tem aquela coisa da confiança do campeão. Eu já senti isso, acontece, e ele vai sair na vitória por pontos. Acho que vai ser uma luta bem parecida, mas acho que dessa vez o Miocic leva”, concluiu.

Fabrício Werdum também retorna ao octógono no UFC 211. Ele enfrenta o norte-americano Ben Rothwell, e uma vitória pode colocá-lo próximo de uma nova disputa de cinturão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário