Marajó consegue incrível virada nas preliminares do UFC 209

Brasileiro apanha muito no primeiro round e volta para vencer no segundo assalto. KLB é nocauteado

Marajó finalizou Sanders (FOTO: Jeff Bottari/UFC)

Marajó finalizou Sanders no UFC 209 (FOTO: Jeff Bottari/UFC)

O brasileiro Iuri Marajó foi um dos grandes destaques da porção preliminar do UFC 209, disputado neste sábado (4). Faixa-preta de jiu-jitsu, Marajó finalizou Luke Sanders com uma chave de joelho, após superar um primeiro round muito ruim e um golpe ilegal do adversário. Luis Henrique KLB, outro brasileiro em ação no evento, foi derrotado pelo polonês Marcin Tybura por nocaute técnico no terceiro assalto.

Veja Também

GSP (dir) encara M. Bisping (esq) (FOTO: Josh Hedges/UFC)
GSP troca provocações com Bisping e avisa: ‘Vou te machucar’
T. Ferguson (dir) apoiou K. Nurmagomedov (esq) (FOTO: Brandon Magnus/UFC)
Ferguson manda mensagem de apoio a Khabib após cancelamento de luta
A. Nunes foi destaque em premiação (FOTO: Jeff Bottari/UFC)
Campeã Amanda Nunes é eleita a Lutadora do Ano no ‘Oscar do MMA’

Enfrentando um atleta até então invicto, o brasileiro começou acelerado, com o intuito de intimidar Sanders. Os dois trocaram golpes, mas o norte-americano levou a melhor e dominou Iuri por cima. A partir daí, começou a desferir uma impressionante sequência de socos na cabeça de Marajó e, por duas vezes, o árbitro Marc Goddard ficou perto de interromper o combate. No fim do primeiro assalto, porém, Sanders soltou uma joelhada no rosto do rival, enquanto ele estava em posição de quatro apoios e perdeu um ponto pelo golpe ilegal.

No segundo round, novo domínio de Sanders, até que Marajó inverteu a posição de dominância do adversário e puxou a perna, encaixando imediatamente uma chave de joelho que obrigou o norte-americano a bater, perdendo assim sua invencibilidade. Após o combate, ele pediu para lutar no UFC 212, que será disputado no Rio de Janeiro, em 3 de junho.

“Dana White e Sean Shelby (matchmaker), sei que não mereço pedir um adversário porque lutei muito mal. Mas eu quero muito voltar ao Brasil e lutar no UFC de junho (UFC 212). Acho que mereço isso por tudo que já fiz. Quero pedir só um cara que esteja acima de mim no ranking”, comentou Marajó após a luta.

Derrota brazuca

O pesado Luis Henrique KLB foi vítima de mais uma virada, desta vez a favor do polonês Marcin Tybura. Assim como em sua única derrota antes no UFC, para Francis Ngannou, KLB começou melhor, usando o clinche para fazer dano ao adversário.

Contra Tybura, porém, o brasileiro foi menos efetivo à medida que a luta foi passando e, no terceiro round, já estava cansado, permitido que o polonês reagisse. Assim, o adversário de KLB cresceu, conseguiu boa queda e nocauteou Luis Henrique da guarda. Em quatro lutas, KLB tem duas vitórias e duas derrotas no UFC.

Mais uma virada

Elkins, maior zebra do UFC 209, enfrentou uma das maiores promessas dos penas em Mirsad Bektic e começou mal, sendo dominado no chão, sua especialidade. Bektic desceu cotoveladas por todo o primeiro round, cortando o rosto de Darren Elkins em mais de um lugar. No segundo assalto, mais do mesmo, mas no terceiro Elkins voltou melhor.

O norte-americano ainda sofria com a força de Bektic em pé, mas conseguiu um ângulo bom para golpear o adversário, que virou de costas após o clinche. Elkins acertou um chute no rosto de Bektic, que caiu apagado, perdendo também a invencibilidade.

UFC 209

CARD PRELIMINAR

Peso pesado: Marcin Tybura vence Luis Henrique KLB por nocaute técnico aos 3m46s do R3

Peso pena: Darren Elkins vence Mirsad Bektic por nocaute aos 3m19s do R3

Peso galo: Iuri Marajó vence Luke Sanders por finalização aos 3m13s do R2

Peso pesado: Mark Godbeer vence Daniel Splitz por decisão unânime (3x 30-27)

Peso meio-pesado: Tyson Pedro vence Paul Craig por nocaute aos 4m10s do R1

Peso galo: Albert Morales vence Andre Soukhamthath por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário