Dos Anjos quer enfrentar Nick Diaz em sua estreia nos meio-médios

Ex-campeão dos leves, brasileiro quer enfrentar o bad boy americano em sua estreia no meio-médio

Dos Anjos subiu para os meio-médios (Foto: Brandon Magnus/UFC)

Dos Anjos subiu para os meio-médios (Foto: Brandon Magnus/UFC)

O alvo da vez é Nick Diaz. Após ser desafiado por Anderson Silva e Tony Ferguson, foi a vez de Rafael dos Anjos revelar o desejo de enfrentar o bad boy norte-americano. Na última sexta-feira (10), durante entrevista dentro da programação do UFC Fortaleza, o ex-campeão dos leves, que recentemente anunciou sua subida para o peso meio-médio, revelou que gostaria de enfrentar Nick em sua próxima luta. Para ele, o interesse está em encarar apenas os grandes nomes do peso.

Veja Também

Bisping (foto) não perdoou revés de Jacaré (Foto: UFC)
Bisping critica desafio de Romero a Anderson: ‘Desesperado’
T. Ferguson lutaria no UFC 209 (FOTO: Jeff Bottari/UFC)
Ferguson ‘ignora’ revanche com Edson Barboza e pede Nate Diaz
A. Silva quer lutar no Rio (Foto: Getty Images)
Anderson Silva pede revanches contra Nick Diaz e Michael Bisping

“Eu estive falando sobre isso. Estava pensando que o Nick Diaz seria uma boa luta. Eu tenho uma história já com o irmão dele (venceu Nate Diaz em dezembro de 2014, no UFC: Cigano x Miocic) e ele está aí sem lutar. Mas também não sei se ele está a fim de lutar agora. Aí, me perguntam: “Você quer começar com esses caras?” Cara, eu cheguei nesse peso para fazer lutas que realmente interessam, não para enfrentar lutadores que vão apenas me servir de escada”, falou Dos Anjos.

Questionado sobre a razão pela qual o fez subir de categoria, Rafael alegou que as mudanças em seu corpo o impossibilitou de bater o limite dos leves. De acordo com o lutador, o Ultimate deveria criar mais divisões de peso.

“Meu corpo mudou (Rafael dos Anjos tem 32 anos), ele segura mais água. Qualquer coisa que eu como fora da minha dieta, o corpo segura. E assim como eu, há outros atletas. Por isso, o UFC deveria criar mais categorias. Você tem, por exemplo, 135 pounds (até 61,2 kg), 145 pounds (65,8 kg), 155 (até 70,3 kg), aí depois só vai 170 pounds (até 77,1 kg). Deveria ter outras categorias no meio, de 10 em 10. Porque a perda de peso não é nada saudável”, declarou.

Rafael dos Anjos, de 32 anos, tem um histórico profissional de 25 vitórias e nove derrotas. O brasileiro conquistou o cinturão dos leves em março de 2015, quando bateu Anthony Pettis e defendeu o título diante de Donald Cerrone, em dezembro do mesmo ano. Rafa chegou a ser escalado para encarar Conor McGregor em uma superluta, mas acabou se lesionando e só voltou ao octógono em julho de 2016, quando foi surpreendido por Eddie Alvarez e perdeu cinturão. Na retomada dos Anjos voltou a lutar mal e perdeu para Tony Ferguson, em novembro passado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário