Manuwa desdenha de confronto contra Jones: “Ele usa esteroides”

Número 4 no ranking dos meio-pesados, inglês mira disputa de cinturão na sequência, mas minimiza retorno de Jon Jones

Manuwa ironizou situação de Jones (Foto: Josh Hedges/UFC)

Manuwa ironizou situação de Jones (Foto: Josh Hedges/UFC)

Após nocautear Corey Anderson na luta principal do UFC Londres, no último sábado (18), Jimi Manuwa está em alta na categoria dos meio-pesados. Quarto colocado no ranking da divisão, o lutador já começa traçar planos para o futuro, incluindo uma eventual disputa de cinturão. Contudo, apesar de mirar duelos contra os melhores do peso, ele descarta um confronto com Jon Jones, ex-campeão dominante até 93kg.

Veja Também

Manuwa vence luta principal do UFC Londres. Foto: Josh Hedges / UFC
Jimi Manuwa faz a festa da torcida no UFC Londres com lindo nocaute sobre Corey Anderson
Manuwa (dir.) derrotou C. Anderson (esq.) no UFC Londres. Foto: Josh Hedges
Vídeo: Assista ao nocaute de Jimmi Manuwa sobre Corey Anderson no UFC Londres

“Eu não estou interessado no Jon Jones. Jon Jones usa esteroides e agora ele foi banido por usar esteroides. Antes, eu era um grande fã do Jon Jones, das coisas que ele fez no octógono e tudo, mas ele está suspenso por um ano e já teve problemas antes. Ele é um grande lutador. Eu o respeito muito, mas ele foi banido por esteroides e isso mancha tudo que ele fez. Então, não estou muito interessado. Quando ele voltar, eu o enfrento, sem problemas. Mas estou focado no cinturão agora, e esse vai ser o vencedor entre DC e “Rumble” Johnson”, disse o inglês, na coletiva de imprensa pós-luta.

Questionado sobre a próxima disputa de titulo da categoria, que acontecerá entre o campeão Daniel Cormier e o desafiante Anthony Johnson, no UFC 210, dia 8 de abril, Manuwa preferiu não apontar um favorito, mas admitiu que gostaria de fazer um revanche contra Johnson, para quem perdeu em setembro de 2015.

“Eu e “Rumble” Johnson temos algumas das mãos mais pesadas e somos dois dos lutadores mais empolgantes na divisão dos meio-pesados, e adoraria ter uma revanche contra ele para vingar minha derrota, porque cometi alguns erros bobos com meu peso e minha trocação também. Então, gostaria de vingar minha derrota contra o homem que é provavelmente o mais temido do UFC, “Rumble” Johnson. Porém, DC é um grande campeão. Ele é temido, e ele venceu o cara de que estou falando, ele bateu o Alex, ele bateu vários caras na divisão. Então, gostaria de enfrentá-lo também”, concluiu Jimi.

Aos 37 anos, Manuwa vem de duas vitórias consecutivas, ambas por nocaute – antes do triunfo sobre Anderson, derrotou Ovince St. Preux no UFC 204, em outubro passado. Ao todo, soma seis resultados positivos e dois negativos na companhia.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário