Brasileiro Bodão é suspenso por seis meses após o UFC Londres

Francimar Bodão venceu Darren Stewart, mas sofreu lesão no pé esquerdo e pode ficar ‘de molho’ por até 180 dias

F. Bodão (foto) ficará 180 dias de molho. Foto: Josh Hedges/UFC

F. Bodão (foto) ficará 180 dias de molho. Foto: Josh Hedges/UFCbodão

Foi divulgado nesta terça-feira (21) as suspensões médicas do UFC Londres, realizado no último sábado (18), na Inglaterra. O brasileiro Francimar Bodão, que venceu Darren Stewart no card preliminar, recebeu a maior suspensão do evento: 180 dias, mas que podem ser reduzidas em caso de liberação por um médico. A longa suspensão é em virtude de uma lesão no pé esquerdo do lutador. Os ingleses Brad Scott e Scott Askham também receberam seis meses de molho.

Veja Também

Bodão (esq.) derrotou D. Stewart (dir.) no UFC Londres. Foto: Josh Hedges / UFC
Bodão supera pressão da torcida e bate Darren Stewart no UFC Londres
Manuwa vence luta principal do UFC Londres. Foto: Josh Hedges / UFC
Jimi Manuwa faz a festa da torcida no UFC Londres com lindo nocaute sobre Corey Anderson

Outro brasileiro presente no card, Vicente Luque foi suspenso por apenas 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução. Ele foi derrotado por Leon Edwards na quarta luta da noite.

Dos 22 lutadores que atuaram em Londres, cinco não receberam suspensões médicas. Os que ficaram livres foram: Jimi Manuwa, Marlon Vera, Gunnar Nelson, Marc Diakiese, Arnold Allen, Darren Stewart e Leon Edwards.

Confira a lista completa de suspensões médicas do UFC Londres:

Francimar Bodão: Suspenso por 180 dias por conta de uma lesão no pé esquerdo, podendo ser liberado antes por um médico; Se for, a suspensão passa a ser de 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por laceração na sobrancelha direita

Vicente Luque: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Corey Anderson: Suspenso 60 dias, sem treinos com contato físico por 45 dias por precaução

Alan Jouban: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Brad Pickett: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Makwan Amirkhani: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Joseph Duffy: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias (liberado de possível lesão no pé direito)

Reza Madadi: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por laceração na testa

Timothy Johnson: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Daniel Omielanczuk: Suspenso 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Teemu Packalen: Suspenso 60 dias, sem treinos com contato físico por 45 dias por precaução (liberado de possível lesão na cabeça)

Brad Scott: Suspenso por 180 dias por conta de uma lesão no ombro esquerdo, podendo ser liberado antes por um médico

Scott Askham: Suspenso por 180 dias por conta de uma lesão na perna direita, podendo ser liberado antes por um médico; Se for, a suspensão passa a ser de 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Lina Lansberg: Suspensa 60 dias, sem treinos com contato físico por 45 dias por precaução (liberado de possíveis lesões na cabeça e na face)

Lucie Pudilova: Suspensa 30 dias, sem treinos com contato físico por 21 dias por precaução

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário