Brave deve voltar ao Brasil ainda em 2017; São Paulo pode ser o destino

Presidente do evento confirmou intenção de retorno após sucesso do primeiro show, que ocorreu em São José dos Pinhais

Coletiva pós-Brave 3 (Foto: Jason Silva/Divulgação BRAVE)

Coletiva pós-Brave 3 (Foto: Jason Silva/Divulgação BRAVE)

Pouco após a primeira edição do Brave no Brasil, ocorrida no último sábado (18), em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, o evento já tem planos de voltar. E o retorno deve ocorrer ainda em 2017, segundo o presidente da companhia, Mohammed Shahid. O SUPER LUTAS apurou com fontes ligadas à organização que São Paulo é a principal candidata a receber a segunda incursão do Brave no país.

Veja Também

L. Mineiro comemora vitória sobre F. Galván Foto: Jason Silva/Divulgação BRAVE
Lucas Mineiro finaliza no Brave 3 em noite de vitórias brasileiras
Fedor (esq) pega M. Mitrione (Foto: Divulgação/Bellator MMA)
Duelo entre Fedor Emelianenko e Mitrione é remarcado para o Bellator 180, em junho
Gastelum foi criticado pelo STJDMMA(Foto: Buda Mendes/UFC)
Gastelum diz que se sente ‘um idiota’ por desafiar Anderson para lutar no Brasil

Na coletiva de imprensa depois  da luta,Shahid elogiou o MMA brasileiro e quer que torcida e lutadores vejam o Brave como um evento nacional. E está animado com o impacto do show para o esporte do país.

“É uma honra para nós fazermos um evento aqui. Não quero que as pessoas pensem que viemos aqui para nunca mais voltar. Quero deixar claro que o plano do Brave é retornar sempre que possível e isso deve acontecer mais cedo do que tarde, tenham certeza. Os lutadores acharam uma nova casa de qualidade e é isso que estamos mostrando, com eventos nos Emirados Árabes, no Brasil e na Índia”, comentou Shahid, ex-lutador de MMA.

Na luta principal do Brave 3, o ex-lutador do UFC Lucas Mineiro encontrou dificuldades, mas finalizou Fabian Galván no segundo round com um triângulo de braço. O mexicano substituía Paulo Bananada, inimigo declarado de Mineiro, que machucou o joelho na semana da luta.

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário