Algoz de McGregor aposta em vitória de Floyd contra o irlandês

Joe Duffy, que já finalizou McGregor em 2010, apostou contra seu compatriota em uma eventual luta contra Mayweather

Duffy já venceu McGregor em 2010. (Jeff Bottari/UFC)

Duffy já venceu McGregor em 2010. (Jeff Bottari/UFC)

Lutador peso leve do UFC, Joe Duffy chegou ao Ultimate com o status de até então o único algoz da carreira de Conor McGregor, a quem finalizou em 2010, quando os dois ainda atuavam na Irlanda. Sete anos depois, “Irish Joe”, como é conhecido, afirmou que o campeão do UFC não obterá êxito em um possível duelo de boxe contra Floyd Mayweather.

Veja Também

Dana revelou recusa de US$ 4 bilhões pelo Ultimate. (Foto: Josh Hedges/UFC)
Dana admite que McGregor x Mayweather deve acontecer: “Há muito dinheiro envolvido”
Gustafsson enfrenta  Glover em maio (Foto: Boris Streubel/UFC)
Gustafsson diz que duelo contra Glover será o “mais importante da carreira”

“No papel, eu acho que Mayweather leva uma vantagem. Ele é um dos maiores de todos os tempos. O que ele fez com Manny Pacquiao – e Pacquiao é um dos maiores lutadores de boxe que eu já vi – prova o nível em que ele está. Canelo Alvarez é, provavelmente, um boxeador melhor que Conor, e olhe como Floyd boxeou com ele. Leva um tempo até você entrar no ritmo do boxe, e mais tempo ainda para se destacar. Acho que Conor buscou o boxe por muito tempo, e poderia ter se dado bem, com certeza. Mas Floyd faz isso desde quando era uma criança. Realmente não consigo ver outro resultado que não a vitória de Floyd Mayweather”, declarou o irlandês, em entrevista ao site “Bloody Elbow” (EUA).

De acordo com Duffy, Floyd já enfrentou lutadores melhores que McGregor, o que lhe deixa apto para não ser surpreendido por Conor.

“Em esportes de combate, como o boxe ou o MMA, sempre existe a chance de uma “bomba” acabar com a luta. Acho que Floyd Mayweather está acostumado a enfrentar nocauteadores melhores do que Conor. Os boxeadores batem muito, muito forte”, concluiu.

Joe Duffy, 29 anos, tem um cartel com 16 vitórias e apenas duas derrotas. No UFC, são quatro resultados positivos e um negativo. Sua exibição mais recente foi no último sábado (18), quando bateu Reza Madadi por pontos no UFC Londres.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário