Bellator divulga pôster de evento com retorno de Wanderlei Silva

Brasileiro enfrenta falastrão Chael Sonnen; show contará com estreia de Fedor Emelianenko e disputas de cinturão

Pôster dá destaque a W. Silva e C. Sonnen (Foto: Reprodução

Pôster dá destaque a W. Silva e C. Sonnen (Foto: Reprodução)

O Bellator fará sua estreia em Nova York em grande estilo. Nesta semana, o presidente da companhia, Scott Coker, anunciou algumas das lutas principais do Bellator 180, e, na última quinta-feira, a organização também divulgou o pôster oficial do evento. Será a segunda vez que a promoção organizará um pay-per-view em sua história. Na primeira vez, o Bellator 120 angariou 100 mil compras, número que deve ser pulverizado pela nova edição.

Veja Também

D. Lima (foto) enfrenta A. Larkin em junho. Foto: Divulgação/Bellator
Douglas Lima defende cinturão contra ex-UFC no Bellator 180
Primeira luta entre R. Gracie (esq) e M. Hughes (dir) foi em 2006 (Foto: Josh Hedges/UFC)
Royce Gracie ainda pensa em revanche com Matt Hughes
Gastelum foi criticado pelo STJDMMA(Foto: Buda Mendes/UFC)
Adaptado aos médios, Gastelum sonha com título na divisão de baixo

A atração principal trará o retorno de Wanderlei Silva ao MMA. O brasileiro, ex-campeão do Pride, enfrentará Chael Sonnen, com quem teve uma rivalidade em seus últimos anos do UFC. No segundo duelo mais importante da noite, Fedor Emelianenko, que também já foi dono de cinturão no Pride e tido como o melhor peso pesado de todos os tempos, enfrenta Matt Mitrione, outro ex-UFC.

Além disso, o Bellator 180 também trará pelo menos duas disputas de cinturão. Campeão peso leve, o norte-americano Michael Chandler enfrenta o prodígio Brent Primus, que está invicto com sete vitórias na carreira – cinco delas no Bellator. Já o brasileiro Douglas Lima, dono do cinturão meio-médio, dá as boas-vindas a Lorenz Larkin, que vem de duas vitórias consecutivas e deixou de renovar com o Ultimate para acertar com sua nova casa.

O Bellator 180 acontecerá no dia 24 de junho, no Madison Square Garden, uma das casas mais tradicionais da história dos esportes de combate. A arena já testemunhou lutas de nomes como Muhammad Ali, e recebeu o primeiro UFC da história da cidade de Nova York, quando Conor McGregor nocauteou Eddie Alvarez e se tornou, simultaneamente, campeão dos leves e dos penas no UFC 205.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário