Mayweather evita provocar McGregor e elogia trabalho de Dana White

Boxeador falou sobre declarações de possível adversário e admitiu ter ficado surpreso com nova postura do presidente do UFC

Mayweather (foto) quer voltar a lutar contra McGregor Foto: Showtime/ Divulgação

Mayweather (foto) quer voltar a lutar contra McGregor Foto: Showtime/ Divulgação

O norte-americano Floyd Mayweather surpreendeu ao evitar polêmicas sobre Conor McGregor e Dana White. O boxeador respondeu às provocações do irlandês com respeito e ainda elogiou o presidente do UFC. Recentemente, o campeão do Ultimate disse que iria chocar o mundo e nocautear Mayweather, enquanto o chefão da companhia admitiu que deixaria seu atleta entrar em um ringue de boxe, ao contrário dos rumores de que o UFC estaria impedindo a superluta.

Veja Também

GSP retorna no segundo semestre (Foto: Getty Images)
GSP diz ter voltado para se garantir como ‘melhor de todos os tempos’
D. White (dir) quer parte do salário de C. McGregor (esq) Foto: Josh Hedges/UFC
UFC quer metade da bolsa de McGregor em luta com Mayweather
Woodley acredita que Demian não precisava lutar com Masvidal (Foto: Brandom Magnus/UFC
Woodley apoia McGregor no boxe: “É algo fenomenal para os esportes”

“Sinto que McGregor tem o direito de dizer o que ele sente. A única coisa que você pode fazer com relação a isso é respeitar sua opinião (…) Apenas quero dizer ao Dana White que eu estava no exterior quando me disseram o que você disse. Quero dizer bom trabalho a Dana White. Conor McGregor, eles disseram que você finalmente abriu a boca e voltou a falar besteira, e eu disse que isso é legal também”, comentou Floyd ao site norte-americano “FightHype”.

Apesar de diminuir o nível de provocações, Mayweather garante que está pronto para lutar com McGregor. O norte-americano garantiu que seus dias de “bad boy” ficaram para trás e agora planeja se portar de maneira diferente fora do ringue.

“Comigo, as coisas são o que são. As pessoas sabem que pelo menos posso lutar, se não souber fazer nada. Mas quando não estou no ringue, sou um cavalheiro. Fora do ringue, um cavalheiro. Vamos ver se a luta vai acontecer, se acontecer. Nós veremos”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário