Cyborg faz ‘treino’ de véu islâmico e diz: ‘Mulheres também lutam’

Brasileira foi convidada a assistir Brave 4 em Abu Dhabi e usou hijab para curto treinamento no cage do evento

C. Cyborg de véu com o namorado, Ray Elbe (Foto: Reprodução)

C. Cyborg de véu com o namorado, Ray Elbe (Foto: Reprodução)

A brasileira Cris Cyborg aproveitou seu tempo em Abu Dhabi, onde está como convidada do Brave para assistir ao Brave 4, evento do Bahrein, para mandar uma mensagem de igualdade de gênero. Campeã do Invicta FC e atualmente lutando no UFC, a peso pena usou um hijab, véu islâmico, e postou um vídeo fazendo um treino no cage do Brave com a indumentária.

Veja Também

L. Mineiro (dir) encara novo campeão (Foto: Divulgação)
Argelino se sagra primeiro campeão do Brave e pegará Lucas Mineiro
GSP (dir) encara M. Bisping (esq) (FOTO: Josh Hedges/UFC)
Bisping ‘revela’ plano de St. Pierre: ‘Ganhar três cinturões do UFC’
R. dos Anjos (foto) é ex-campeão dos leves. Foto: Josh Hedges/UFC
De olho no UFC 212, Dos Anjos aceita desafio ‘antigo’ de Saffiedine

Na legenda do vídeo, Cyborg deixou uma mensagem sobre a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres e falou sobre seu programa de empoderamento feminino através das lutas, o Pink Belt Fitness.

“Quem disse que as mulheres não podem lutar? Nós merecemos todas e as mesmas oportunidades que os homens. Como Gloria Steinem disse uma vez “As mulheres estão sempre dizendo: “Podemos fazer qualquer coisa que os homens possam fazer”. Mas os homens devem estar dizendo: “Podemos fazer qualquer coisa que as mulheres possam fazer””. Temos que apoiar uns aos outros e é por isso que comecei o meu programa Pink Belt Fitness”, comentou a lutadora.

Veja o vídeo do “treino” de Cris:

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário