Recém-aposentado, Urijah Faber é indicado ao Hall da Fama do UFC

Ultimate anunciou no último fim de semana que o "California Kid" será o primeiro atleta introduzido na classe de 2017

Faber (foto) se aposentou em dezembro de 2016 Foto: Josh Hedges/UFC

Faber (foto) se aposentou em dezembro de 2016 Foto: Josh Hedges/UFC

O UFC anunciou neste fim de semana a introdução de Urijah Faber ao Hall da Fama em 2017. O ex-lutador, que se aposentou após vitória sobre Brad Pickett em dezembro do ano passado, ficou conhecido por seu tempo como campeão do WEC, e por suas tentativas infrutíferas de se tornar dono de um cinturão também no Ultimate.

Veja Também

Garbrandt (esq) e Dillashaw (dir) se enfrentam em julho. (Foto: Produção SUPER LUTAS / UFC)
Grabrandt coloca cinturão em jogo contra TJ Dillashaw no UFC 213
Cormier manteve seu cinturão ao finalizar Johnson no UFC 210 (Foto: Josh Hedges/UFC)
UFC 210: Cormier finaliza Johnson, defende cinturão e aposenta rival
Do Bronx recebeu U$ 50 mil de bônus por vitória. (Foto: Josh Hedges/UFC)
Charles do Bronx é premiado com bônus de performance no UFC 210

Apesar de nunca ter sido campeão do UFC, Faber é tido como um dos principais catalisadores para as categorias de peso mais leves. Seu sucesso como peso pena do WEC chamou a atenção do Ultimate e ajudou na introdução, por parte do evento, dos pesos pena e galo em 2011, quando a organização absorveu o WEC, trazendo nomes como José Aldo, Dominick Cruz, Chad Mendes, Joseph Benavidez, Demetrious Johnson, Donald Cerrone, além do próprio Faber.

“Urijah Faber foi uma das estrelas mais carismáticas do MMA a entrar no octógono e estou empolgado em anunciá-lo como o primeiro indicado da classe de 2017 do Hall da Fama do UFC. Ele provou que as categorias de peso menores poderiam criar grandes estrelas e colocou Sacramento no mapa ao construir uma das equipes mais fortes do esporte, onde treinou  alguns dos mais talentosos atletas do mundo. Seu legado vai continuar com este próximo capítulo como um dos melhores atletas a competir no esporte”, comentou Dana White, presidente do UFC, lembrando a força do ex-lutador também como um dos principais donos de academia do esporte.

O próprio Faber expressou sua felicidade ao entrar para o seleto clube de membros do Hall da Fama, que inclui nomes como Chuck Liddell, Tito Ortiz, Rodrigo Minotauro, Royce Gracie, Ken Shamrock, BJ Penn e Matt Hughes.

“Como lutador, você não tem tempo de descansar e sentir o cheiro das rosas durante a sua carreira. Você está sempre olhando para o futuro, para a próxima luta, a próxima preparação, o próximo treinamento. Ter o UFC dizendo a você que o que você contribuiu e realizou é digno de ser lembrado por anos me deixa honrado. Vai ser uma noite especial para mim, minha família, amigos e companheiros, em julho, quando eu for indicado”, declarou o eterno California Kid.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário