Aposentado do MMA, Anthony Johnson despista sobre seu futuro

Aos 33 anos, Johnson se aposentou do MMA após ser finalizado por Cormier no UFC 210, no último sábado (08)

Johnson se aposentou do MMA aos 33 anos. (Foto:Josh Hedges/UFC)

Johnson se aposentou do MMA aos 33 anos. (Foto:Josh Hedges/UFC)

Minutos após ser finalizado por Daniel Cormier na luta principal do UFC 210, realizado no último sábado (08), em Buffalo (EUA), em duelo válido pelo cinturão dos meio-pesados, Anthony Johnson chocou o mundo ao anunciar sua aposentadoria do MMA. Ainda no octógono, o agora ex-lutador foi questionado por Joe Rogan, comentarista do Ultimate, o motivo que o levou a tomar tal decisão, mas ‘Rumble’ se limitou a dizer que iria trabalhar em outros ramos.

Veja Também

Cormier finalizou Johnson no segundo round (Foto: Josh Hedges/UFC)
Vídeo: Assista os melhores momentos de Daniel Cormier x Anthony Johnson
Cormier manteve seu cinturão ao finalizar Johnson no UFC 210 (Foto: Josh Hedges/UFC)
UFC 210: Cormier finaliza Johnson, defende cinturão e aposenta rival

Como não poderia ser diferente, o assunto voltou a ser abordado na entrevista coletiva pós-evento, mas Johnson voltou a despeitar sobre seu futuro, mas garantiu que não irá atuar no futebol americano, possibilidade levantada após o atleta encher seu perfil no Twitter de imagens e tributos ao time da NFL Los Angeles Rams.

“São só negócios. Quero fazer algo além de ir para a academia todos os dias e socar, chutar e rolar com outro cara. Essa m*** cansa. Eu estou fazendo isso há muito tempo, pratico esportes desde os 8 anos. É hora de seguir para algo diferente. Não direi algo melhor, mas diferente. E não, não estou indo jogar futebol americano com o Rams. Por que eu iria para outro esporte que é o mesmo que isso, e você sofre todo esse impacto? Isso é absolutamente insano”, disse ele

Apesar de parecer bem decidido quanto à aposentadoria, Johnson não descartou um retorno ao MMA ao ser questionado sobre o confronto contra Jon Jones, que acabou nunca saindo do papel.

“Eu sou um macho alfa, ele é um macho alfa. Eu queria ver o que podia fazer contra ele. Tenho quase certeza que ele queria ver o que poderia fazer contra mim, porque vocês (imprensa) falaram tanto disso, que eu era o cara para derrotá-lo. Mas sinto que fico mais, não sei se triste ou decepcionado, pelos fãs, porque eu sei que eles queriam muito ver isso. Dia sim, dia não, as pessoas sempre falavam em eu e Jon Jones lutarmos, e simplesmente nunca aconteceu. Talvez se eu decidir voltar um dia, nós podemos lutar no peso-pesado ou algo assim”, concluiu Johnson.

Aos 33 anos, Anthony Johnson deixa o MMA com um cartel de 22 vitórias e seis derrotas. No UFC, foram 19 lutas, com 13 resultados positivos e seis negativos, tendo atuado em três categoria diferentes: meio-médio (até 77kg), médio (até 84kg) e meio-pesado (até 93kg).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário