Anthony Johnson fará reclamação formal por pesagem de Cormier

Aposentado, norte-americano não quer revanche, mas pede admissão de culpa da Comissão e 20% da bolsa do campeão

A. Johnson anunciou aposentadoria em entrevista no octógono (Foto: Josh Hedges/UFC)

A. Johnson anunciou aposentadoria em entrevista no octógono (Foto: Josh Hedges/UFC)

Aposentado após perder para Daniel Cormier no UFC 210, Anthony Johnson não pretende cancelar o resultado da luta por conta da polêmica pesagem do campeão na última sexta-feira (7). Porém, Rumble quer uma admissão de culpa da Comissão de Nova York e 20% da bolsa de DC, que não bateu o peso na primeira tentativa e “perdeu” 550g menos de três minutos depois, em nova tentativa. Câmeras flagraram Cormier se apoiando em uma toalha, o que poderia tirar um pouco do seu peso na balança.

Veja Também

Cormier manteve seu cinturão ao finalizar Johnson no UFC 210 (Foto: Josh Hedges/UFC)
UFC 210: Cormier finaliza Johnson, defende cinturão e aposenta rival
D. Cormier (foto) se envolveu em situação polêmica na pesagem oficial Foto: Josh Hedges/UFC
Cormier ‘perde’ meio quilo em dois minutos e bate o peso no UFC 210
Johnson se aposentou do MMA aos 33 anos. (Foto:Josh Hedges/UFC)
Aposentado do MMA, Anthony Johnson despista sobre seu futuro

O empresário de Johnson, Ali Abdel-Aziz, confirmou, em entrevista ao site norte-americano da ESPN, que seu lutador fará uma reclamação formal à Comissão de Nova York, que legalizou o MMA no ano passado e tem lidado com alguns problemas, incluindo as confusões nas lutas entre Weidman e Mousasi (que foi parada após o uso de replays pelo árbitro) e da estreante Pearl González contra Cynthia Calvillo, que chegou a ser cancelada por conta dos implantes de silicone de González, antes de ser confirmada horas depois.

“Os direitos de Anthony foram violados. Vamos atrás dos canais legais adequados para resolvermos isso. Todo mundo viu o que aconteceu. Como alguém perde 1,2 libras (pouco mais de 0,5 kg) em dois minutos? Não queremos tirar nada de dele, ele mereceu aquela vitória. Mas Cormier precisa abrir mão de 20% da bolsa para Anthony. Ele tinha duas horas extras para cortar peso – e eu acho que ele provavelmente conseguiria”, comentou Abdel-Aziz.

A ideia da equipe de Johnson é também conseguir uma admissão de culpa da Comissão e pressioná-la para que erros cometidos durante a pesagem oficial não sejam repetidos em Nova York.

“Acho que precisamos de três coisas. A primeira é o reconhecimento de que a pesagem foi feita de maneira incorreta. A segunda, precisamos que DC seja multado em 20%, ele precisava ser multado por estar acima do peso. A terceira é que Nova York melhore os procedimentos de pesagem para que isso não aconteça mais”, comentou Craig Zimmerman, advogado de “Rumble”, ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário