Presidente do UFC crava aposentadoria de Ronda Rousey: ‘Não vai voltar’

Dana White, presidente da franquia, voltou a dizer que Ronda não voltará a lutar MMA

Dana acha que Ronda está aposentada do MMA. (Foto: Divulgação)

Dana acha que Ronda está aposentada do MMA. (Foto: Divulgação)

Os indícios da aposentadoria de Ronda Rousey do MMA estão cada vez mais fortes. No último fim de semana, durante conversa com jornalistas, o presidente do UFC Dana White revelou que mantém contato semanal com a ex-campeã peso galo feminino do Ultimate, mas se mostrou otimista quanto ao retorno da norte-americana ao octógono.

Veja Também

Dana (esq.) e Ronda (dir.): melhores amigos, segundo o dirigente. Foto: Divulgação
Dana White volta a defender Ronda Rousey: ‘É um ser humano’
Ronda volta a focar na carreira de atriz (Foto: UFC)
Afastada do UFC, Ronda viverá detenta em série de TV americana

“Eu não ouvi nada (sobre ela querer lutar novamente pelo UFC). Ronda e eu conversamos uma vez por semana, talvez uma a cada duas. Ela não disse nada para mim sobre voltar e se eu tivesse que adivinhar, eu diria que ela não vai voltar”, declarou White.

Essa é a segunda vez que Dana aponta para uma possível aposentadoria da loira. Em janeiro, cerca de um mês após a derrota de Ronda para Amanda Nunes, o mandatário revelou que a lutadora não se mostrava animada para voltar a lutar, e indicou que ela deveria seguir carreira nos cinemas.

Ronda Rousey foi uma das pioneiras do MMA feminino, tendo sido fundamental na entrada das mulheres no UFC. Antes dela, o próprio Dana White havia comentado que o Ultimate nunca permitiria lutas entre mulheres no octógono. Com a chegada da medalhista de bronze olímpica ao esporte, o dirigente mudou de ideia e resolveu incluir a divisão dos galos. Ronda ganhou suas 12 primeiras lutas, finalizando ou nocauteando todas as adversárias. No fim de 2015, perdeu seu cinturão do UFC para Holly Holm e, um ano depois, veio a derrota para Amanda.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário