Anderson Silva ironiza nova derrota de Weidman: “A sorte acabou”

Anderson, que já perdeu para Weidman em duas oportunidades, provocou após rival perder para Mousasi no UFC 210

Anderson já perdeu para Weidman duas vezes Foto: Josh Hedges/UFC

Anderson já perdeu para Weidman duas vezes Foto: Josh Hedges/UFC

Engana-se quem pensa que a rivalidade entre Anderson Silva e Chris Weidman ficou no passado. Ao comentar a polêmica derrota do norte-americano para Gegard Mousasi no UFC 210, realizado no último sábado (08), em Buffalo (EUA), o ’Spider’ não perdeu a oportunidade de alfinetar seu algoz, responsável por colocar fim ao seu reinado no peso médio. Embora tenha admitido que árbitro Dan Miragliotta errou no lance, o brasileiro provocou dizendo que a ‘sorte’ de Weidman acabou.

Veja Também

A. Silva (esq) e J. Aldo (dir) têm sonho de migrar para o boxe (FOTO: UFC)
Anderson sonha com luta contra Roy Jones Jr. e Aldo ‘pede’ Miguel Cotto
Anderson anda irritado com o UFC (Foto: UFC)
Anderson Silva descarta Belfort e Rockhold, mas ‘aceita’ Romero e Diaz
C. Weidman não ficou feliz com derrota polêmica (Foto: Josh Hedges/UFC)
Weidman vai apelar de derrota polêmica para Mousasi no UFC 210

“Eu vi rapidamente um clipe que me mostraram no telefone. A regra é muito clara: ele não tinha a mão no chão. Então, ele levou a joelhada, e a joelhada foi legal. A regra é clara. Se ele tivesse as mãos no chão, quatro pontos de contato, você não pode bater nele. O Mousasi ergueu ele quando acertou. Foi um erro do árbitro, obviamente, e quando ele botou as mãos dele de volta ali, ele ficou sem defesa. Mas essas coisas acontecem. Weidman é um cara de muita sorte, e desta vez ele não teve sorte. Ele é muito sortudo, mas sua sorte acabou. Ele teve sorte por algum tempo, e agora acabou”, disse Anderson, em entrevista ao site “MMA Junkie” (EUA).

Em 2013, durante a promoção da revanche entre os dois, Spider já havia insinuado que o rival venceu o primeiro combate por sorte. Agora, ao ser questionado se Chris tinha mais sorte do que habilidade, Anderson se limitou a responder: “Muita sorte. Muita sorte.”

A rivalidade entre Anderson Silva e Chris Weidman começou em julho de 2013, quando o norte-americano nocauteou o brasileiro no UFC 162, e colocou fim ao reinado de sete anos e dez defesas de cinturão de Spider no peso médio. A revanche entre eles aconteceu em dezembro do mesmo ano, e foi marcada pela chocante lesão de Silva, que fraturou a perna ao aplicar um chute baixo no adversário.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário