Barboza pede revanche contra Ferguson por título interino

Brasileiro sabe que norte-americano está buscando adversário para enfrentá-lo e busca chance de vingança por derrota em 2015

Barboza (esq) foi finalizado por Ferguson (dir) em 2015. (Foto: Jeff Bottari/UFC)

Barboza (esq) foi finalizado por Ferguson (dir) em 2015. (Foto: Jeff Bottari/UFC)

O brasileiro Edson Barboza, que vem de três vitórias seguidas, ouviu Tony Ferguson reclamar que Nate Diaz se recusava a lutar com ele pelo título interino dos leves e se colocou à disposição do norte-americano. “El Cucuy” lutaria pelo cinturão provisório contra Khabib Nurmagomedov no UFC 209, mas o russo teve um problema estomacal grave na véspera da pesagem e o duelo não saiu do papel. “Garantido” em qualquer disputa de título, Ferguson procura um adversário e Edson acha que merece a chance que, em sua opinião, é pelo título real, em posse de Conor McGregor.

Veja Também

T. Ferguson (foto) se irritou com N. Diaz (Foto: UFC)
Ferguson volta a desafiar Diaz e se revolta com recusas: ‘Se aposente’
R. dos Anjos (foto) é ex-campeão dos leves. Foto: Josh Hedges/UFC
Dos Anjos ironiza desafio de Covington: ‘Achei que era do Bellator’
M. Waterson treina chutes com a filha Araya (Foto: Josh Hedges/UFC)
‘Convidadas’ roubam a cena em treino aberto do UFC Kansas

“Não vejo McGregor como campeão de verdade. Ele tem o cinturão, mas…Eu tenho quase 20 lutas nessa divisão, Tony Ferguson tem mais de 10 lutas, Khabib Nurmagomedov tem quase 10 lutas. Eu vejo o próximo campeão saindo de uma disputa de título interino. Eu espero que o UFC me dê a chance de lutar com Tony Ferguson, porque ele diz que quer lutar e eu quero lutar. Ele diz que está pronto para julho. É o tempo perfeito para mim. Estarei pronto em julho também. Por quê não?”, comentou Barboza, em entrevista ao programa norte-americano MMA Junkie Radio.

Se sair do papel, o duelo entre Edson e Ferguson será uma revanche, já que o norte-americano finalizou o brasileiro no primeiro encontro entre os dois, em dezembro de 2015. Desde então, Barboza venceu Anthony Pettis, Gilbert Melendez e Beneil Dariush. “El Cucuy” superou Lando Vannata e Rafael Dos Anjos no mesmo período.

“Na última luta, eu tive quatro semanas para me preparar, aceitei enfrentá-lo com esse tempo para treinar. Foi uma das melhores lutas do ano. Essa revanche faz sentido, tanto para mim quanto para ele. Já imaginaram cinco rounds entre eu e Tony?” ponderou Edson.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário