Amigo de McGregor e fera dos penas duelam nesta noite no UFC Nashville

Duelo entre Cub Swanson e Artem Lobov lidera evento com dois brasileiros e retorno de nome relevante no peso leve

C. Swanson (esq) é amplo favorito sobre A. Lobov (dir) (Foto: Jeff Bottari/UFC)

C. Swanson (esq) é amplo favorito sobre A. Lobov (dir) (Foto: Jeff Bottari/UFC)

O Ultimate desembarca em Nashville, Tennessee, neste sábado (22), para o UFC Fight Night 108. Na luta principal do show, um duelo curioso entre Cub Swanson, um dos melhores pesos pena do mundo, e Artem Lobov, cujo maior trunfo talvez seja o fato de ser parceiro de treinos e amigo pessoal do campeão dos leves, Conor McGregor. O russo naturalizado irlandês vem de duas vitórias seguidas, mas seu cartel de 13 vitórias, 12 derrotas, um empate e uma luta sem resultado, sugere que um duelo contra o número 4 do ranking do peso pena pode vir a ser desigual.

Além disso, dois brasileiros entram em ação: o peso médio Thales Leites mede forças com Sam Alvey, enquanto Marcos Pezão tenta avançar no ranking dos meio-pesados contra Ovince St. Preux.

Veja Também

Thales (esq) e Pezão (dir) vivem situações opostas (Fotos: UFC/Montagem: Super Lutas)
Thales é favorito, mas Pezão é azarão no UFC Nashville
Pezão (dir) dará 30% da bolsa a St. Preux (esq)
Pezão não bate o peso para duelo contra St. Preux no UFC Nashville
McGregor (foto) provocou possível adversário Foto: Josh Hedges/UFC
McGregor dispara: ‘Se Mayweather amarelar, enfrento Pacquiao’

A luta principal

Cub Swanson é veterano do WEC, já entrou em ação contra nomes do calibre de Chad Mendes, José Aldo, Frankie Edgar, Charles Oliveira e Dustin Poirier. Já Artem Lobov não tem grandes nomes no currículo e um cartel quase negativo. Mesmo assim, “Killer Cub” está levando o próximo desafio a sério. Vindo de três vitórias seguidas, um triunfo sobre Lobov é quase obrigação para o norte-americano.

“A verdade é que não posso lutar contra vários caras do top-10, porque já os enfrentei. Eu entendo como esse jogo funciona, você tem que manter alguns dos desafiantes lutando. Por qualquer razão, esse cara tem muitos seguidores, então quando ele começou a falar muita besteira perguntaram se eu queria enfrentá-lo. Eu disse que sim (…) A verdade é que ele tem evoluído. É um lutador estranho, mas em todas as lutas que ele fez no UFC mostrou alguma evolução. Seria estúpido subestimá-lo”, comentou Swanson, em declarações reproduzidas pelo site norte-americano “MMA Junkie”.

Ainda que Cub não esteja subestimando Lobov, os apostadores parecem estar fazendo isso. O russo é o maior azarão da noite, segundo a Marsbet. A cotação em cima de Artem está quase em cinco para um. Isso indica que, querendo ou não, Swanson tem a obrigação de ganhar no sábado.

Brasileiros em ação

O UFC Nashville terá apenas dois brasileiros em ação, fato raro nos shows do Ultimate em 2017. Thales Leites enfrenta Sam Alvey em duelo peso médio, enquanto Marcos Pezão tenta entrar no top 10 dos meio-pesados diante de Ovince St. Preux.

Thales, número 11 no peso médio, precisa evitar a mão pesada de “Smile” e buscar levar o duelo para o chão onde tem larga vantagem. Não será tarefa fácil, já que o norte-americano tem boa defesa de quedas e está com moral na organização: vem de quatro vitórias consecutivas, sobre nomes do calibre de Nate Marquardt, ex-desafiante ao título até 84 kg., além de Alex Nicholson e Eric Spicely (que já finalizou Thiago Marreta).

Em tese, Marcos Pezão enfrenta um adversário em má fase. Vindo de duas derrotas consecutivas, Ovince St. Preux encara o brasileiros como uma luta de recuperação. Cabe a Pezão, que não bateu o peso para o combate, provar que o haitiano pode estar subestimando seu poder de nocaute. Como Jeremy Kimball descobriu na última luta do brasileiro, subestimá-lo não é bom negócio.

Iaquinta retorna após protesto

Fora de ação desde abril de 2015, ,quando venceu Jorge Masvidal, Al Iaquinta escolheu ficar de fora do UFC, em protesto ao seu salário, considerado baixo pelo norte-americano. Porém, a corda apertou e ele retorna dois anos depois em uma divisão peso leve bastante diferente. Contra Diego Sánchez, “Raging Al” tem a oportunidade de se manter relevante e uma vitória já pode recolocá-lo nos rankings.

O veterano tem outros planos, no entanto. Vindo de uma surpreendente vitória sobre o especialista em chaves de perna Marcin Held, Sánchez pretende retornar ao topo da divisão em que já disputou o título. Após flertar com a divisão dos penas, onde fez apenas uma luta (derrota para Ricardo Lamas), e novamente com um novo apelido, o agora “Coração de Leão” quer repetir a sequência que o levou a disputar o cinturão peso leve, em 2009, contra BJ Penn.

Ficha técnica do UFC Nashville:

DATA E HORÁRIO: 22/04/2017, a partir das 19h30 (horário de Brasília)

LOCAL: Bridgestone Arena, Nashville (EUA)

TRANSMISSÃO: Canal Combate

CARD PRINCIPAL
Peso pena: Cub Swanson x Artem Lobov

Peso leve: Al Iaquinta x Diego Sanchez

Peso meio-pesado: Ovince Saint Preux x Marcos Pezão

Peso galo: John Dodson x Eddie Wineland

Peso leve: Joe Lauzon x Stevie Ray

Peso meio-médio: Jake Ellenberger x Mike Perry

CARD PRELIMINAR
Peso médio: Thales Leites x Sam Alvey

Peso mosca: Dustin Ortiz x Brandon Moreno

Peso leve: Scott Holtzman x Michael McBride

Peso palha: Jessica Penne x Danielle Taylor

Peso galo: Alexis Davis x Cindy Dandois

Peso meio-médio: Bryan Barberena x Joe Proctor

Peso mosca: Hector Sandoval x Matt Schnell

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário