Iaquinta se revolta com sistema de bônus do UFC e xinga Dana: ‘Vá se f…’

Peso leve não gostou de ter sido esnobado para ganhar bônus após nocaute sobre Diego Sánchez no UFC Nashville

A. Iaquinta (esq) não poupou críticas ao UFC (Foto: Jeff Bottari/UFC)

A. Iaquinta (esq) não poupou críticas ao UFC (Foto: Jeff Bottari/UFC)

O norte-americano Al Iaquinta teve uma das performances mais impressionantes do UFC Nashville, ocorrido no último sábado (22). Mas o nocaute fulminante sobre Diego Sánchez não foi suficiente para que o peso leve ganhasse um bônus de performance, que vale US$ 50 mil. Irritado com o sistema de premiação iniciado pelo Ultimate, o lutador criticou duramente a companhia e chegou a xingar o presidente do evento, Dana White.

Veja Também

Swanson (dir.) bateu Lobov (esq.) no UFC Nashville. Foto: Jeff Bottari
Swanson vence amigo de McGregor e sonha com cinturão de Aldo; St. Preux finaliza Pezão
Momo (dir) tem apenas 12 anos. (Foto: Divulgação)
Menina de 12 anos enfrentará adulta de 24 em evento de MMA no Japão
Rockhold acusou Anderson de negar luta. (Foto: Harry How/UFC)
Rockhold revela que Anderson Silva não quis enfrentá-lo no UFC 212

Iaquinta ficou quase dois anos fora do octógono por diferenças contratuais com o UFC, além de graves lesões. O norte-americano, que treina com Chris Weidman, Aljamain Sterling e Gian Villante, esteve inelegível para receber o bônus de performance durante uma época após criticar o Ultimate através de suas redes sociais.

“Eu odeio ainda mais esse bônus. Não sei se não me deram porque eu não merecia ou se não me deram como uma provocação, porque disseram no passado que eu não poderia ganhá-lo. Toda essa questão de bônus é ridícula. É um jeito de controlar todo mundo. Não entendo como todos acham normal. Um bônus de US$ 50 mil. Isso é o triplo do que alguns desses caras estão ganhando. Não é um bônus, é um dinheiro que muda sua vida. É o jeito deles te controlarem. Desse jeito, os lutadores têm que puxar o saco do UFC. Quem chega ao microfone e agradece ao UFC, ao Dana White, a quem quer que seja…essas pessoas ganham bônus”, desabafou Iaquinta em entrevista ao programa The MMA Hour.

Um dos pontos de desacordo entre UFC e Iaquinta é o acordo da companhia com a Reebok. O peso leve garante que perdeu muitos patrocínios ao não poder mais expôr outras marcas durante suas lutas e agora tem um segundo emprego, como corretor imobiliário. O norte-americano se irritou ao falar sobre a questão da Reebok e disse que Dana White poderia se “f…”.

“Eles falam que o acordo com a Reebok é um investimento para o futuro. Ok, então invistam no futuro e ajudem os lutadores a formarem um sindicato. Se vocês ajudarem, garanto que podemos trabalhar com o acordo da Reebok. Poderíamos dar um jeito para que todos fiquem felizes. Mas enfie um pedaço de papel na minha cara e diga “Ou assine isso ou você está despedido”. Eu quero dizer para ele ir se f…Não é assim que as coisas funcionam. Não é assim que se faz e o acordo com a Reebok realmente poderia ser bom”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário