Vitor Belfort fará última luta contra Nate Marquardt no Rio

Após 20 anos de atividade, Fenômeno realizará o desejo de fazer a despedida do MMA em sua cidade natal no UFC 212

V. Belfort (esq) pega N. Marquardt (dir) no Rio (Fotos: UFC/Montagem: Super Lutas)

V. Belfort (esq) pega N. Marquardt (dir) no Rio (Fotos: UFC/Montagem: Super Lutas)

O ex-campeão meio-pesado Vitor Belfort realizará seu último desejo como lutador profissional de MMA. Após anunciar que irá pendurar as luvas após o próximo combate, o Fenômeno pediu para que ele acontecesse no UFC 212, no Rio de Janeiro. E é isso que ocorrerá. Ele vai enfrentar o ex-desafiante ao título peso médio Nate Marquardt no evento que marca a volta do Ultimate à Cidade Maravilhosa. A informação é do site do canal Combate, que reitera que o acordo entre os dois atletas ainda é verbal, pois os contratos ainda não foram assinados.

Veja Também

W. Silva (esq) perdeu para V. Belfort (dir) em 1998 (Foto: UFC)
Wanderlei Silva pede revanche contra rival Vitor Belfort no Bellator
Gaethje vai estrear no UFC em julho (Foto: WSOF)
Justin Gaethje é mais um ex-campeão do WSOF a assinar com o UFC
Ronda volta a focar na carreira de atriz (Foto: UFC)
Ronda mostra golpes de MMA durante participação em seriado

Aos 40 anos recém-completados, Belfort luta MMA profissionalmente desde 1997. O brasileiro foi campeão do GP dos pesados do UFC 12 e, na edição 46 do evento, sagrou-se campeão meio-pesado, após vencer Randy Couture. Depois de deixar o Ultimate para lutar em outras promoções, o Fenômeno retornou à promoção em 2009. Na sua nova passagem pelo UFC, Vitor disputou o título dos médios em duas oportunidades, perdendo para Anderson Silva e Chris Weidman. Ele vem de três derrotas seguidas, a mais recente para Kelvin Gastelum em março deste ano, no UFC Fortaleza.

Apesar de ter menos tempo de MMA que seu adversário, Nate Marquardt também pode ser considerado um veterano do esporte. Com um cartel profissional de 35 vitórias, 17 derrotas e 2 empates, “The Great” tem mais lutas que o próprio Belfort. Assim como o brasileiro, já atuou no Japão, mas pelo Pancrase, e desafiou Anderson Silva pelo título peso médio do UFC, perdendo por nocaute no primeiro round. Deixou brevemente o Ultimate para lutar no Strikeforce, onde foi campeão do mundo entre os meio-médios.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário