Cormier fala sobre revanche com Jones: ‘É agora ou nunca’

Campeão meio-pesado avisou que, se rival escolher 'luta de aquecimento' antes de enfrentá-lo, os dois não irão mais lutar

Cormier ameaçou arquirrival (Foto: Harry How/UFC)

Cormier ameaçou arquirrival (Foto: Harry How/UFC)

O campeão meio-pesado do UFC, Daniel Cormier, está irritado com a demora da confirmação de sua revanche com Jon Jones. Apesar de os dois estarem perto de lutar no UFC 214, no dia 29 de julho, o Ultimate ainda não oficializou o duelo, pois ainda avalia junto ao ex-campeão se ele lutará antes com outro adversário ou voltará lutando direto pelo título mundial.

Veja Também

Glover (foto) falou sobre o crescimento de Manuwa(Foto: UFC)
Glover reclama de ‘moral’ para Jimi Manuwa: ‘Não fez o suficiente’
Cara de Sapato (foto) enfrenta E. Spicely no Rio Foto: Divulgação/UFC
Escalado para o UFC 212, Cara de Sapato sonha lutar com Weidman
V. Belfort (esq) pega N. Marquardt (dir) no Rio (Fotos: UFC/Montagem: Super Lutas)
Vitor Belfort fará última luta contra Nate Marquardt no Rio

Na concepção de DC, não há “lutas de aquecimento” no UFC e, por isso, seu arquirrival tem que lutar logo pelo cinturão. O norte-americano chegou a ameaçar Jon Jones, dizendo que, como campeão, ele decidiu que, caso os dois não se enfrentem no UFC 214, Jones perderá sua chance de lutar pelo título.

“Eu tenho a ideia de que Jon Jones tem que lutar logo comigo. Não há lutas de aquecimento no UFC. Se você é o cara que dominou a divisão, como Jones, por que não voltar e lutar logo pelo título? Venha logo lutar comigo, vamos fazer esse dinheiro, e dar um show para os fãs de Anaheim (onde será o UFC 214). Sem aquecimento para Jon Jones. Ele pode vir e ser derrotado por mim dessa vez. Vamos lutar agora ou nunca mais. São as minhas regras, eu sou o campeão agora”, provocou DC, que declarou que o acordo entre Ultimate e USADA acabou com o seu rival, que foi pego no antidoping no ano passado.

“O lutador que vimos contra Ovince St. Preux é o novo Jon Jones, sob o regulamento da USADA. Ele vai estar sempre assim agora. Sim, eu vou vencê-lo no dia 29 de julho”, encerrou Cormier, referindo-se à criticada performance de “Bones” contra OSP, no UFC 197.

Jon Jones perdeu seu título após se envolver em confusões fora do octógono e ficar suspenso por pouco mais de um ano. Em maio de 2016, ele enfrentaria Cormier pelo cinturão novamente, mas DC se machucou. Jones venceu St. Preux por decisão e se tornou campeão interino, mas no UFC 200, quando finalmente faria a revanche com o rival, “Bones” foi pego no antidoping poucos dias antes da luta e foi suspenso por um ano – sua punição acaba semanas antes do UFC 214.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário