Shogun aceita enfrentar Anderson, mas mira revanche com St. Preux

Ex-parceiro de treino do 'Spider', Shogun diz que não vê problemas em enfrentar o compatriota, mas descartou lutar no UFC Rio

Shogun vive ótima fase no UFC, com três vitórias consecutivas (Foto: Buda Mendes / UFC)

Shogun vive ótima fase no UFC, com três vitórias consecutivas (Foto: Buda Mendes / UFC)

Com dificuldade para arranjar um adversário para sua próxima luta, Anderson Silva ganhou uma nova opção. Maurício Shogun, ex-parceiro de equipe do ‘Spider’, se colocou a disposição para enfrentar o compatriota, mas descartou atuar no UFC 212, no Rio de Janeiro, dia 3 de junho. De acordo com o meio-pesado, seria necessário dois meses de treinamento para o combate, o que impossibilitaria que o duelo acontecesse no Brasil.

Veja Também

Anderson anda irritado com o UFC (Foto: UFC)
Sem opções, Anderson pode ter que enfrentar St. Preux no UFC 212
Shogun nocauteou Villante no terceiro round. (Foto: Buda Mendes / UFC)
UFC Fortaleza: Shogun tem atuação segura e nocauteia Villante no fim

“Aceitaria (uma luta contra Anderson Silva), amarradão, mas não no Rio de Janeiro. Acho que faltam poucas semanas para o UFC Rio e eu não estou com psicológico para entrar em um camp agora. Se tivessem dois meses para treinar, eu aceitaria, sim. O Anderson é um cara que eu respeito muito como atleta, é um cara que merece meu respeito, mas eu lutaria, sim. Sou profissional, acima de tudo”, afirmou o curitibano, em entrevista ao site ‘Tatame’.

Contudo, embora aceite desafiar Anderson, Shogun tem outro nome em sua mente: Ovince St. Preux, para quem já foi nocauteado em apenas 34 segundos, em novembro de 2014. Curiosamente, essa foi a última derrota do brasileiro.

“Não tenho ninguém em mente, mas eu tenho uma derrota engasgada contra o Ovince St-Preux. Acho que ele é um cara bom, um ícone na luta, merece todo o meu respeito. Ele é grande para a categoria, mas acho que o jeito que perdi para ele me deixou muito triste. Não estou dizendo que sou melhor ou pior que ele, só fiquei muito triste. Então, eu gostaria de ter uma revanche com o St-Preux em um futuro próximo, sim”, concluiu o brasileiro.

Aos 35 anos, Maurício Shogun atravessa sua melhor fase no UFC, com três vitórias consecutivas. Sua atuação mais recente foi em março passado, quando nocauteou Gian Villante no UFC Fortaleza. Ex-campeão meio-pesado do Ultimate, ele acumula nove triunfos e oito reveses na organização.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário