Gastelum pede desculpas a Anderson e o ‘convida’ para luta em Nova York

Norte-americano foi pego no antidoping e retirado de luta com o Spider no Rio, mas poderá estar livre no fim de julho

Gastelum pede luta contra A. Silva em Nova York Foto: SUPER LUTAS

Gastelum pede luta contra A. Silva em Nova York Foto: SUPER LUTAS

O norte-americano Kelvin Gastelum finalmente quebrou seu silêncio após ser pego no teste antidoping por uso de maconha no UFC Fortaleza. O peso médio, que tinha luta marcada contra Anderson Silva no UFC 212, acabou sendo retirado do evento, mas poderá estar livre no fim de julho, caso admita o uso da substância proibida durante a preparação para as lutas.

Veja Também

Anderson anda irritado com o UFC (Foto: UFC)
Anderson se irrita com GSP em disputa pelo título: ‘É uma palhaçada’
Shogun vive ótima fase no UFC, com três vitórias consecutivas (Foto: Buda Mendes / UFC)
Shogun aceita enfrentar Anderson, mas mira revanche com St. Preux
Dana quer resolver pendências com McGregor Foto: Reprodução/Youtube
Dana White diz que anúncio do peso mosca feminino foi ‘erro interno’

Através de seu Twitter oficial, Gastelum fez questão de pedir desculpas a Anderson Silva por ter deixado o Spider sem oponente para sua luta de retorno ao Rio de Janeiro (onde não atua desde 2012), e convidou o brasileiro para um duelo em Nova York, onde o UFC fará um evento no dia 25 de julho.

“Minhas desculpas e respeitos a Anderson Silva. Não poderei lutar no Rio de Janeiro, mas será que poderemos lutar em Nova York no mês de julho?” indagou o peso médio, que vem de vitória sobre Vitor Belfort em março, no mesmo UFC Fortaleza em que foi pego no antidoping – ainda não se sabe se o resultado da luta será mantido ou não, pois maconha não é reconhecida essencialmente como melhoradora de performance.

Desde que Gastelum deixou o UFC 212, o Ultimate tem tido dificuldades para manter Anderson Silva no evento, tendo poucas opções que animem o brasileiro. Recentemente, o próprio Spider reclamou da organização e pediu uma luta pelo título interino do peso médio contra o cubano Yoel Romero, número um do ranking.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário