Quem apostaria em Conor McGregor?

 

C. McGregor (esq) e F. Mayweather (dir) podem se enfrentar em breve

C. McGregor (esq) e F. Mayweather (dir) podem se enfrentar em breve

“Eu contra Jesus no octógono?  Não há um homem vivo que possa me bater, mas Jesus não está vivo, então não sei, talvez ele possa voltar dos mortos, não sei. Ainda assim, lhe daria uma surra”,  destacou McGregor em entrevista ao site “TMZ Sports”, antes do UFC 194, evento em que venceu o brasileiro José Aldo com um nocaute fulminante a 13 segundos do primeiro round e tomou dele o cinturão dos penas da instituição.

É com declarações deste tipo que o falastrão Conor McGregor chegou ao topo da categoria entre os leves. A vitória sobre o norte-americano Eddie Alvarez, número três da categoria, durante o  no UFC 205, em 12 de novembro, colocou os holofotes de vez sobre McGregor, que com o triunfo passou a ser o primeiro lutador da história do Ultimate a possuir dois cinturões de duas categorias diferentes ao mesmo tempo, a dos leves e dos penas.

Do alto de um retrospecto de 21 vitórias e três derrotas,  o irlandês de 28 anos é o nome do vale-tudo mundial não apenas no cage do UFC, mas também na mídia: suas declarações polêmicas, aliadas a uma técnica refinada e a um completo arsenal de golpes variados o credencia como o grande nome do vale-tudo em 2017. Nomes como Nate Diaz e o brasileiro José Aldo pedem sonham com revanches contra ele,  que usa e abusa do vocabulário para detonar seus oponentes.

Frankie Edgar, que é o número 3 do ranking entre os leves e vem de vitória sobre Jeremy Stephens no UFC 205, realizado em 12 de novembro de 2016, é um dos nomes cogitados para enfrentar McGregor em 2017.

Com fama de polêmico advinda de longa data, a língua afiada de McGregor cria inimigos por toda a parte, desde lutadores a membros de outras organizações de MMA .Entre os desafetos, o brasileiro Fabricio Werdum, que trocou farpas com o irlandês após o World MMA Awards, premiação do gênero realizada nos Estados Unidos.

Em uma de suas últimas aparições públicas fora do cage, Conor McGregor postou uma imagem portando uma arma de grosso calibre em seu perfil do instagram, com a seguinte descrição: “Você precisa de pessoas como eu”.

Luta histórica contra Mayweather em pauta

O mundo das lutas vai parar:  tido como o confronto mais aguardado dos últimos anos, Mc Gregor pode vir a enfrentar o grande campeão e invicto nos ringues, o pugilista Floyd Mayweather, em uma luta de boxe. No confronto, as chances de vitória para McGregor estão em apenas 10%, com larga vantagem para Floyd Mayweather, com 90.9% de chances de vitória.

Mayweather tem uma série de propostas para retornar aos ringues, e a principal delas, claro, são os valores em torno dos US$ 100 milhões.  O pugilista possui 49 lutas na carreira e jamais foi derrotado, e o 50º combate poderia render a ele a chance de ultrapassar a marca do lendário Rocky Marciano, que encerrou sua carreira com 49 vitórias.

Conor McGregor: campeão?

Enfim, por que  acreditar tanto em Conor McGregor? Além de possuir técnica apurada em todas  as modalidades de lutas, do wrestling ao muay thai, passando pelas técnicas de chão, o campeão entre os leves do UFC possui um bom preparo físico e psicológico – visto nos últimos confrontos – e acumula títulos em outras organizações: foi campeão do Cage Warriors nos 65kg e nos 70kg, além de ter titulo de campeão mundial e boxe. No cartel, apenas 3 derrotas em 22 confrontos, e venceu 16 da suas últimas 17 lutas.

Contra Eddie Alvarez – que foi a quarta luta do irlandês em 11 meses e a terceira em categorias diferentes, Conor McGregor sobrou no combate, aplicando um knockdown logo no início da luta, e foi questão de tempo até impor sua superioridade e forçar a juiz a decretar o nocaute técnico.

Seja por questões polêmicas ou não, todo site de apostas ou lista de eventos do ano que se preze traz o nome de Conor McGregor como um dos principais nomes do ano.

E em 2017, o que teremos? Um McGregor apenas falastrão ou um grande campeão batendo recordes? Façam suas apostas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário