Após punição, Kelvin Gastelum garante que não luta mais no Brasil

Norte-americano acusou CABMMA de estar "somente atrás de dinheiro" e diz que não vai mais lutar com Anderson Silva

Gastelum deve lutar de novo em julho Foto: SUPER LUTAS

Gastelum deve lutar de novo em julho Foto: SUPER LUTAS

Apesar de ter vivido um caso de amor com os fãs brasileiros quando esteve no país para lutar no UFC Fortaleza, Kelvin Gastelum não pretende mais lutar no Brasil. Punido por uso de maconha pela CABMMA (Comissão Brasileira de MMA) e pelo STJD-MMA, o norte-americano se irritou com a multa e a suspensão que recebeu e disse que não irá mais aceitar lutas no país.

Veja Também

Gastelum foi criticado pelo STJDMMA(Foto: Buda Mendes/UFC)
STJD ‘salva’ Gastelum e suspende lutador por apenas três meses
Anderson está com futuro indefinido (Foto: Reprodução/Youtube)
Anderson Silva afirma que está fora do UFC Rio: ‘Não vai acontecer’
c_selsswsaabygykkkll
Ultimate divulga pôster oficial do UFC 212, no Rio de Janeiro

Através de seu Twitter, Gastelum já havia mostrado sua frustração com a decisão do STJD-MMA e da CABMMA, que o puniu por três meses, além de tirar 20% de sua bolsa em multa. Kelvin acusou as organizações de “estarem atrás apenas de dinheiro”.

“Esse erro me custou quase US$ 100 mil. Há muita gente fazendo coisas piores do que fumar maconha. Sei disso e as organizações ainda estão permitindo que isso aconteça. Uso apenas para aliviar a dor e para dormir. Estou sempre sentindo dor por conta dos treinamentos (…) Amo o Brasil, quero visitar sempre que puder, mas não vou mais lutar lá, a Comissão só quer saber de dinheiro”, comentou Gastelum em entrevista ao programa “The MMA Hour”.

Além de perder 20% de sua bolsa, além de sua vitória sobre Vitor Belfort (transformada em luta sem resultado), Kelvin Gastelum parece ter perdido para sempre a oportunidade de enfrentar Anderson Silva. Antes de sua suspensão, ele estava confirmado para duelar com o Spider no UFC 212, mas agora já tem uma nova luta marcada para julho. O adversário ainda não foi divulgado.

“Não é a luta que eu queria, exatamente. Todos sabem que queria enfrentar Anderson Silva em julho, mas o time dele recusou a luta. Eles têm suas razões. Já tenho um adversário para julho, mas não posso falar aonde será a luta e nem contra quem. Preciso lutar depois de tomar essa multa”, comentou o norte-americano.

 

Deixe seu comentário