Próximo a disputar o cinturão, Demian crava: ‘Posso vencer todos’

Com sete vitórias consecutivas, Demian será o próximo desafiante do campeão meio-médio Tyron Woodley

Demian vai disputar o cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução/Youtube)

Demian vai disputar o cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução/Youtube)

O caminho foi árduo e longo, mas Demian Maia conseguiu, enfim, conquistar a oportunidade de disputar o cinturão do peso meio-médio (até 77kg). Após a vitória sobre Jorge Masvidal no UFC 211, disputado no último sábado (13), em Dallas (EUA), o brasileiro ouviu da boca de Dana White, presidente do Ultimate, que ele será o próximo desafiante de Tyron Woodley. Já pensando no campeão da categoria, o brasileiro garante que sabe quais são as brechas no jogo do norte-americano.

Veja Também

D. Maia (esq) venceu J. Masvidal (dir) (Foto: Reprodução/Twitter UFC Brasil)
Vídeo: Veja como Demian venceu Masvidal e conquistou luta pelo título
Demian vai disputar o cinturão dos meio-médios (Foto: Reprodução/Facebook)
Demian vence Masvidal e garante chance pelo título dos meio-médios

“Eu estava venço a luta dele com o Stephen Thompson em Nova York. Vi algumas coisas no jogo do Tyron Woodley que posso capitalizar, que não vou comentar agora. Sei os buracos que ele tem, ele é muito perigoso, forte e muito difícil de se derrubar. É um combate difícil para mim, mas quando entro lá, é 50% para cada lado. Venci dez de 12 lutas nesta divisão e sei que posso vencer qualquer um aqui”, declarou o paulista, na coletiva de imprensa pós-evento.

Questionado se de fato acredita na palavra de Dana, conhecido por voltar atrás diversas vezes após seus discurso, Demian garante que não se preocupa em ser passado para trás. Para ele, seus feitos dentro do octógono falam por si só.

“É melhor eu acreditar. O que posso fazer? Preciso acreditar. Venci sete seguidas, quem mais fez isso? Só o “Wonderboy” (Stephen Thompson). Venci 10 de 12 lutas, tive o caminho mais duro do que qualquer peso-meio-médio para conseguir a disputa de cinturão. Estou muito confiante de que o que o Dana disse vai acontecer”, concluiu.

Aos 39 anos, Demian Maia vem em uma incrível série de sete vitórias consecutivas, três delas por finalização. Invicto desde fevereiro de 2014, ele derrotou em sequência Alexander Yakovlev, Ryan LaFlare, Neil Magny, Gunnar Nelson, Matt Brown, Carlos Condit e Masvidal.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário