UFC planeja Romero x Whittaker pelo cinturão interino dos médios

Com Bisping lesionado, Dana White revelou que pretende casar duelo pelo cinturão interino da categoria

Romero e Whittaker podem se enfrentar em breve (Fotos: Facebook/Montagem Super Lutas)

Romero e Whittaker podem se enfrentar em breve (Fotos: Facebook/Montagem Super Lutas)

Ao que tudo indica, o confuso cenário da categoria dos médios (até 84kg) deve ganhar um importante capítulo nas próximas semanas. Após o campeão Michael Bisping alegar que não terá condições de defender seu título antes de outubro, Dana White, presidente do UFC, garantiu que pretende marcar um duelo entre Yoel Romero e Robert Whittaker, que seria válido pelo cinturão interino da divisão. Contudo, ainda não há uma definição de quando o possível confronto aconteceria.

Veja Também

M. Bisping só quer lutar mais duas vezes (Foto: Reprodução/Youtube UFC)
Bisping alega lesão no joelho e diz que não sabe quando poderá lutar
M. Bisping (foto) insinua que McGregor é 'privilegiado' (Foto: Josh Hedges/UFC)
Bisping xinga Jacaré e Romero e elogia Whittaker: ‘Próxima luta’
Whittaker vem de sete vitórias seguidas no UFC (Foto: Jeff Bottari/UFC)
Whittaker diz que merece ‘furar a fila’ por luta pelo título dos médios

“Nós estamos tentando fazer essa luta Bisping x Romero. Agora, se (Bisping) não lutar neste verão, provavelmente, vamos colocar um cinturão interino em jogo, em luta do Romero contra o Robert Whittaker”, afirmou Dana à Espn dos Estados Unidos.

Número 1 no ranking da divisão, Romero ainda não sabe o que é perder no Ultimate. Na organização desde 2013, ele venceu os oito combates que realizou, sendo seis por nocaute. O mais recente foi sobre Chris Weidman no UFC 205, em novembro do ano passado. Aos 40 anos, ele possuiu um cartel com 12 vitórias e apenas uma derrota, para o brasileiro Rafael Feijão, na extinta organização “Strikeforce”. Curiosamente, essa foi a última luta do cubano antes de desembarcar no UFC.

Whittaker, 26 anos, atravessa ótima fase na carreira, com sete triunfos seguidos. Sua última atuação foi em abril passado, quando surpreendeu ao nocautear o brasileiro Ronaldo Jacaré no UFC Kansas. Campeão do TUF Smashes, em 2012, ele estreou na organização como meio-médio, mas migrou para a categoria de cima após alternar altos e baixar. Ao todo, o australiano já realizou 22 lutas como profissional, obtendo 18 resultados positivos e quatro negativos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário