Vitor Belfort diz que só não renova se o UFC não quiser

Brasileiro afirma que sua fidelidade está com a organização, mas admite possibilidade de não lutar mais pelo Ultimate

V. Belfort gostaria de renovar com o UFC (Foto: Laerte Viana / Super Lutas)

V. Belfort gostaria de renovar com o UFC (Foto: Laerte Viana / Super Lutas)

 

*Por Laerte Viana

O ex-campeão Vitor Belfort fará, neste sábado (3), no UFC 212, a última luta do seu contrato com o Ultimate. Após anunciar que se aposentaria após o duelo contra Nate Marquardt, o brasileiro voltou atrás e afirmou que seguirá lutando. Houve especulações de que ele poderia assinar com o Bellator ou com o Rizin, mas o Fenômeno garantiu que só sai se o UFC quiser.

Veja Também

Marquardt enfrenta Belfort neste sábado (03). (Foto: Facebook)
Marquardt diz ser fã de Belfort e crava respeito: ‘É um cara incrível’
Aldo e Holloway não se cumprimentaram (Foto: Reprodução Youtube/UFC)
Aldo e Holloway têm encarada tensa a dois dias do UFC 212
caradesapato
Vídeo: Amadurecido, Cara de Sapato garante estar pronto para enfrentar a elite dos médios

“Minha fidelidade é com essa companhia. Agora se a companhia não quer o Vitor Belfort…Minha fidelidade é com a minha mulher. Não me vejo tendo um relacionamento com nenhuma outra mulher. Eu só penso na Joana (Prado, sua esposa). Agora se a Joana não quer o Vitor ou se há um momento em um relacionamento em que não existe o interesse de uma das partes, isso acaba, sem brigas. Eu tenho um interesse enorme em continuar no UFC, não só em competição, mas depois como executivo”, explicou Vitor, no Media Day do UFC.

Ao ser questionado sobre suas capacidades como um eventual dirigente do Ultimate, Belfort revelou que ajudou na chegada do UFC à TV aberta nessa nova fase.

“Eu acho que tenho essa capacidade. Já marquei encontro do Lorenzo Fertitta com o Robertinho (Marinho, da Globo). Muitos de vocês não fazem ideia. Pouca gente sabe o quanto foi difícil chegar aqui, quebrar essas barreiras. E hoje quantos empregos são criados, quantas oportunidades são dadas? Eu ouvi executivos falando que o MMA e o UFC não vão entrar na Globo. Conversei com outras emissoras, mas a Globo chegou”, comentou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário