Com três vitórias seguidas, Cara de Sapato quer enfrentar Weidman ou Gastelum

Em boa fase, campeão do TUF Brasil 3 mira combate contra integrantes da elite do peso médio

Sapato vive boa fase na carreira (Foto: Reprodução/Facebook Caradesapatooficial)

Sapato vive boa fase na carreira (Foto: Reprodução/Facebook Caradesapatooficial)

Atravessando a melhor fase de sua carreira, Antônio Cara de Sapato já está mirando alto na categoria dos médios. Após engatar a terceira vitória consecutiva ao finalizar Eric Spicely no UFC 212, realizado no último sábado (03), no Rio de Janeiro, o campeão do TUF Brasil 3 não hesitou ao apontar quais são seus próximos planos.

Para ele, existe duas opções: o vencedor de Derek Brunson x Dan Kelly, que se enfrentam no próximo sábado (10), ou quem sair vitorioso de Chris Weidman x Kelvin Gastelum, que medem forças em julho.

Veja Também

Sapato finalizou Eric no card preliminar (Foto: Facebook /UFC)
UFC 212: Brasileiros brilham em card preliminar movimentado
Aldo (dir) não resistiu a Holloway (esq) (Foto: Inovafoto)
Hangout SUPER LUTAS analisa queda de Aldo no UFC 212

“Só tem pedreira. Estou no UFC e não existe luta fácil aqui, todo mundo é muito duro. Eu acho que tem grandes lutadores fora do ranking que são muito duros, então não vejo diferença em lutar com a galera ranqueada ou não. Eu quero lutar com a galera ranqueada pra chegar no título. Acho que o vencedor de Dan Kelly com o Derek Brunson seria uma excelente luta pra mim, todo respeito por eles dois. Pode vir qualquer um, pode ser o vencedor de Chris Weidman contra Kelvin Gastelum. Como falei, não tem luta fácil, pode ser que um dia ganhe de qualquer um e faça um trabalho muito bem feito, mostrando pro Brasil que eles tem com quem contar, estão muito bem representados por mim e que estarei sempre dando o meu melhor para isso”, declarou o lutador, em entrevista com os jornalistas logo após o UFC Rio.

Antes de emplacar os três resultados positivos recentes, Sapato alternou altos e baixos no UFC, chegando a sofrer duas derrotas e uma luta sem resultado. De acordo com o brasileiro, os reveses foram importantes para ele amadurecer e corrigir as falhas em seu jogo.

“Na verdade, eu já tinha certeza, mas precisava mostrar isso para a galera acreditar. Foi a minha terceira vitória seguida, segunda finalização e já amadureci o que tinha que amadurecer. Sou cria do UFC, antes do TUF tinha três lutas e consegui vencer um super desafio, que foi o The Ultimate Fighter e no peso pesado ainda. Aprendi a perder peso, aprendi a lutar, fazer as coisas, sou um lutador amadurecido no MMA, amadurecido no UFC e foi difícil amadurecer aqui dentro, porque os melhores estão aqui, então, tive derrotas que também me ensinaram bastante, mas tenho certeza que estou pronto para enfrentar qualquer um na categoria”, concluiu o peso médio.

Campeão do TUF Brasil 3 na divisão dos pesos pesados, Cara de Sapato, de 27 anos, já realizou oito lutas no UFC, somando cinco vitórias, duas derrotas e um no contest.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário