Vídeo: Holloway é recebido com festa no Havaí após vitória no UFC Rio

Novo campeão linear dos penas, Max Holloway foi bastante festejado em seu retorno ao Havaí

Holloway foi festejado em seu retorno ao Havaí (Foto: Inovafoto)

Holloway foi festejado em seu retorno ao Havaí (Foto: Inovafoto)

Max Holloway se consolidou, de fato, como a nova estrela havaiana no MMA. Após nocautear José Aldo e, consequentemente, unificar o cinturão dos penas no UFC 212, no último sábado (03), no Rio de Janeiro, o “Abençoado”, como é conhecido, foi recebido com festa em seu retorno ao Havaí (EUA).

Em sua chegada, Holloway recebeu colares de flores típicos da região e tirou fotos com as dezenas de fãs que foram prestigiá-lo. O peso meio-médio Yancy Medeiros, que nocauteou Erick Silva no UFC Rio, também estava presente na comemoração.

Veja Também

M. Holloway fala após conquistar o título (Foto: Reprodução Youtube UFC)
Após título, Holloway provoca McGregor: ‘Venha me implorar’
M. Holloway nocauteou J. Aldo no UFC 212 (Foto: Reprodução/Facebook UFCBrasil)
Vídeo: Assista como Max Holloway destronou José Aldo no UFC 212

“Isso é ótimo, não consigo traduzir em palavras, não consigo explicar. Ganhar o cinturão foi ótimo, mas voltar para casa e encontrar isso não se compara a nenhuma outra coisa (…) Vi que tinha algo grandioso me esperando quando saí do avião. Eu estava sentindo o quão grande era. Havia jogadores de futebol lá. É difícil falar, você precisa estar aqui para testemunhar. É uma daquelas coisas que você não consegue traduzir pelas câmeras. É preciso estar aqui, testemunhar e sentir a energia”, declarou Holloway, em entrevista para a “KHON2 News”.

Aos 25 anos, Max Holloway vem de uma incrível sequência de 11 vitórias consecutivas, tendo vencido, além de Aldo, nomes como Anthony Pettis, Charles do Bronx, Jeremy Stephens, Ricardo Lamas e Cub Swanson. Sua última derrota foi para Conor McGregor, em agosto de 2013. No UFC desde 2012, o havaiano já realizou 17 lutas na organização, obtendo 14 resultados positivos e três negativos.

Assista o vídeo:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário