Wanderlei e Sonnen farão testes antidoping antes do Bellator 180

Comissão responsável pelo evento garantiu que os dois lutadores, que possuem histórico polêmico com doping, serão testados

Sonnen (esq) e Wand (dir) vão se enfrentar em Nova York (Foto: Reprodução/Instagram WanderleiSilva)

Sonnen (esq) e Wand (dir) vão se enfrentar em Nova York (Foto: Reprodução/Instagram WanderleiSilva)

A Comissão Atlética do Estado de Nova York anunciou, nesta terça-feira (13), que Wanderlei Silva e Chael Sonnen, protagonistas do Bellator 180, agendado para o dia 24 de junho, em Nova York (EUA), passarão por testes antidoping surpresa antes do evento. Scott Coker, presidente do Bellator, garantiu em coletiva de imprensa que o resultado dos exames deve sair antes do combate. As informações são do site “MMA Fighting”.

Veja Também

Goldberg narrará eventos do Bellator (Foto: Reprodução/ Facebook MikeGoldberg
Bellator anuncia contratação de Mike Goldberg, ex-narrador do UFC
W. Silva falou sobre rivais (Foto: Reprodução Youtube)
Wanderlei sonha com revanche contra Belfort e ameaça Sonnen

Tanto Wanderlei quanto Sonnen já tiveram problemas com doping. Em 2014 o brasileiro fugiu de um teste antidoping surpresa antes do duelo contra Sonnen, então marcado para o UFC 175, em Las Vegas. Como consequência, foi suspenso por três anos. Chael, por sua vez, pegou dois anos de suspensão por ter testado positivo em exames realizados antes do mesmo UFC 175.

Wand não atua desde março de 2013, quando nocauteou Brian Stann no UFC Saitama. Ele teve seu retorno agendado para dezembro do ano passado, contra Mirko Cro Cop no Rizin, porém uma lesão o impediu de lutar. Aos 40 anos, o ex-campeão do Pride acumula 35 vitórias, 12 derrotas, um empate e um no contest. Profissional desde 1996, Wanderlei Silva já derrotou nomes como Kazushi Sakuraba, Quinton Rampage Jackson, Ricardo Arona e Michael Bisping.

Sonnen, 39 anos, já realizou uma luta pela franquia: ele foi finalizado por Tito Ortiz no Bellator em 170, em janeiro deste ano. Aos 39 anos, o falastrão norte-americano ganhou fama ao protagonizar uma acirrada rivalidade com Anderson Silva, fato que lhe rendeu a oportunidade de disputar o cinturão peso médio do UFC duas vezes contra o brasileiro, mas acabou derrotado em ambas. Ao todo, Chael acumula 28 triunfos, 15 derrotas e um empate em seu cartel.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário