Cyborg critica o UFC após ter luta pelo cinturão dos penas confirmada

Através das redes sociais, Cris Cyborg reclamou do pouco tempo de preparação para a luta, que acontece dia 29 de julho

Cyborg reclamou do pouco tempo de preparação (Foto: Reprodução/Youtube)

Cyborg reclamou do pouco tempo de preparação (Foto: Reprodução/Youtube)

Minutos após o Ultimate oficializar que Cris Cyborg irá disputar o cinturão peso pena da organização contra Megan Anderson no UFC 214, dia 29 de julho, a brasileira se manifestou nas redes sociais. E, curiosamente, aproveitou a oportunidade para ‘cutucar’ os patrões, reclamando do pouco tempo de preparação que vai ter para o duelo.

Veja Também

Cyborg (esq) e Anderson (dir) se enfrentam em julho (Foto: Divulgação/ UFC)
Cyborg enfrenta Megan Anderson pelo cinturão dos penas no UFC 214
Dos Anjos estreou com vitória nos meio-médios (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Após vitória nos meio-médios, Dos Anjos ressalta calma por cinturão: ‘Não tenho pressa’

“O fato de eu lutar com a Megan Anderson em 40 dias pelo cinturão do UFC prova que Shannon Knapp e o Invicta FC sempre colocam as lutadoras em primeiro lugar”, escreveu Cyborg, elogiando a presidente da organização onde foi campeã até 66kg, porém abriu mão do título para migrar exclusivamente para o UFC.

No Invicta, Cyborg foi campeã dos penas de 2013 a 2016, realizando cinco lutas na companhia, vencendo todas por nocaute. Sua última atuação na ‘ex-casa’ foi em janeiro do ano passado, quando derrotou Daria Ibragimova. No Ultimate, Cris realizou apenas duas lutas, ambas em peso casado (até 63,5kg). A estreia aconteceu no UFC 198, em Curitiba, em maio de 2016, quando nocauteou Leslie Smith. Na sequência, nocauteou Lina Lansberg no UFC Brasília, em setembro passado. Ao todo, Cris tem um cartel com 17 vitórias – 15 delas por nocaute -, uma derrota e uma luta sem resultado.

Confira a postagem de Cris Cyborg:

cris_cyborg

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário