Após confusão em coletiva, Chiesa diz não ter raiva de Lee

Peso leve garante que foco é em vencer a luta principal do UFC Oklahoma deste domingo (25)

Chiesa fará luta principal neste domingo (Foto: Reprodução/Facebook/Mike "Maverick" Chiesa)

Chiesa fará luta principal neste domingo (Foto: Reprodução/Facebook/Mike “Maverick” Chiesa)

Em uma coletiva organizada pelo UFC para anunciar algumas das grandes lutas dos seus próximos eventos, Kevin Lee e Michael Chiesa roubaram a cena ao trocarem socos depois de Lee ter provocado Chiesa mencionando a mãe do adversário. “Maverick” não gostou e partiu para cima do “Motown Phenom”, que soltou um golpe, antes de os dois serem afastados. Algumas semanas após esse episódio, eles voltam a se encontrar neste domingo (25), quando se enfrentam na luta principal do UFC Oklahoma.

Veja Também

BJ não vence desde 2010 (Foto: Reprodução/Youtube/UFC)
BJ Penn e Vitor Miranda são azarões nas apostas para o UFC Oklahoma
Vitor é o único brasileiro no card do UFC Oklahoma (Foto: Reprodução  /Facebook VitorMiranda)
Vídeo: Vitor Miranda minimiza tempo inativo e promete nocaute em retorno no UFC Oklahoma
Mayweather (foto) não luta desde 2015. Foto: Divulgação/Showtime
Mayweather garante vitória sobre McGregor no retorno aos ringues

Mesmo tendo ouvido seu adversário provocar sua mãe e levado um soco dele, Chiesa garante não nutrir raiva de Kevin Lee. A poucos dias do duelo entre os dois, o foco do vencedor do TUF 15 é apenas na vitória.

“Eu ainda o respeito. Tenho respeito por Lee como atleta, ele é um garoto muito duro. Nós já treinamos no mesmo espaço algumas vezes e nunca tive nenhum tipo de interação ruim com ele até a coletiva. E, ao contrário do que as pessoas podem achar, nós estávamos há pouco no elevador e conversando. Eu estava rindo disso tudo. Não há animosidade entre nós. Ele é apenas um garoto”, comentou Chiesa ao site norte-americano MMA Junkie, garantindo que Lee não tem a vantagem no confronto mental.

“Eu fui criado de certa forma. Meu pai foi sempre muito protetor em relação a minha mãe e eu tive um lapso no meu julgamento. Não aconteceria de novo. Lee acha que tem uma vantagem mental em cima de mim, mas ele está muito errado com relação a isso”, encerrou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário