Bisping diz que enfrentará Romero ou Whittaker se GSP não quiser lutar

Sem lutar desde outubro do ano passado, Bisping afirmou que colocará seu cinturão em jogo no final de 2017

Bisping quer lutar no fim do ano (Foto: Reprodução Facebook/UFC)

Bisping quer lutar no fim do ano (Foto: Reprodução Facebook/UFC)

Duas novelas têm tomado conta do UFC nos últimos anos: a próxima defesa de cinturão de Michael Bisping, campeão peso médio, e o retorno de Georges St. Pierre aos octógonos. Embora as especulações levam a crer que os dois se enfrentarão no fim do ano, o inglês afirma que não ficará esperando muito tempo pelo canadense. De acordo com Bisping, Yoel Romero ou Robert Whittaker, que vão se enfrentar no UFC 213, neste sábado (08), em duelo válido pelo cinturão interino da divisão até 84kg, poderá ser seu próximo adversário.

Veja Também

C. Weidman (dir) não quis terceira luta com A. Silva (esq) Foto: Reprodução/Facebook/Chris Weidman
Weidman recusou terceira luta contra Anderson Silva no UFC 212
M. Hughes segue internado (Foto: Reprodução/Instagram/matthughes9x)
Família diz que Matt Hughes já respira sem ajuda de aparelhos

“Georges, se você estiver assistindo, eu fiz tudo que estava ao meu alcance. Falei com Dana White, expressei meu desejo de enfrentar Georges St. Pierre. Toda vez que falamos no telefone, eu digo: “Dana, está tudo muito bom, está tudo muito bem, mas e a minha luta com GSP?”. Eu fiz tudo o que pude. Se quer que isso aconteça, pegue seu telefone, ligue para alguém, mande mensagens – faça alguma coisa. Georges, acorda! Faça a ligação. Sei que você tem alguns problemas, mas ligue para o homem. Ligue para Dana White. Se eu não puder dizer que vou lutar com GSP, então terei que dizer que vou lutar com Whittaker ou Romero. Não posso ser uma p*** nisso. Basicamente, a contagem já começou”, declarou o campeão, em entrevista ao programa “The MMA Hour”.

Contudo, embora admita que o duelo contra GSP pode não vir a acontecer, Bisping voltou a reiterar o desejo de enfrentar o ex-campeão dos meio-médios.

“Era para eu lutar com GSP. Por que eu não lutaria com ele? Claro, seria um grande negócio. Ele é um cara que será  considerado uma lenda dos meio-médios para sempre. Eu adoraria essa luta pensando no meu legado. Estivemos nisso um milhão de vezes. Agora, Dana diz que ele não quer a luta. Georges diz que ele quer, sim, a luta. Só sei que quero lutar, e se ainda pudermos promover esse confronto, então ótimo, estou dentro”, que completou afirmando estar cansado da demora para definir qual será seu oponente em sua segunda defesa de título.

“Estou de saco cheio de ouvir todo mundo dizendo que eu não quero lutar. Honestamente, com quem vou lutar? Eu poderia não dar a mínima para isso. Eu realmente poderia. Se for GSP, Yoel ou Whittaker… Estou de saco cheio. Eu quero lutar. Eu preciso lutar. Meu joelho continua me trazendo problemas, mas quem se importa? Preciso lutar. Estou tirando as teias de aranha e me preparando. No fim do ano, um desses três vai conseguir a luta”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário