Entrevista: Daniel Acácio pronto para GP do Fury

Em entrevista ao site Gracie Magazine, o atleta da Chute-Boxe, Daniel Acácio, aspira o título de melhor lutador do Brasil na categoria até 83 kg e para isso terá de enfrentar de imediato André Mikito, representante da equipe De La Riva.
duelo trará a maior diferença de experiência entre os finalistas do GP. Acácio que possui 17 lutas de vale-tudo, com 12 vitórias, já figurou em eventos como Pride, Pancrase e Jungle Fight. Já Mikito possui apenas quatro lutas como profissional de MMA, somando três vitórias

Como vem sendo a rotina de treinos para o evento?

Daniel Acácio: Venho treinando todo dia, mas já estou diminuindo um pouco o ritmo, já que falta pouco mais de uma semana para o evento. Estou dando muita ênfase à preparação de chão, juntamente com o muay thai, quero entrar completo. Também venho sendo acompanhado por um psicólogo. A parte de cabeça é muito importante para eu ter a confiança necessária e me focar em uma luta por vez. A outra só me interessará se eu passar da primeira.

Qual é a expectativa sobre sua participação? Já que você é o lutador com mais bagagem no evento.
Daniel Acácio: Vou dar o meu melhor. Quero voltar às minhas origens, fazer o que sempre fiz, e dar um show para a galera. A experiência porde ajudar, mas não influi tanto. O Mikito é o mais novo, mas está chegando cheio de vontade, e isso conta demais, porque o cara está com sede de vencer. Acho que os quatro podem levar.

O que você acha do Mikito, seu primeiro oponente?
Daniel Acácio: Ele é um grande lutador, cheio de vontade. Na última luta dele deu pra ver isso, lutou com muito coração e foi até o fim. Ele pode estar começando, agora mas vocês podem ter certeza que ele ainda vai dar muito trabalho nesse peso, mas já aviso que estou voando baixo (risos).

Algum palpite sobre a outra semifinal, entre Toquinho e Negão?
Daniel Acácio: Eu acho o Fábio Negão mais completo. O Toquinho tem mais a parte de Jiu-Jitsu e queda. O Negão troca bem e ainda é faixa-preta de Jiu-Jitsu. Vamos ver quem está mais preparado, mas acho que o Negão leva.

Algo em vista após o Fury 5?
Daniel Acácio: O que está certo é que eu vou começar a me preparar para outro peso. Vou passar a lutar até 93 quilos. Quanto a eventos não tem nada confirmado, mas é bem possível que eu garanta uma vaga para aquele evento novo que tem a colaboração dos ex-empregados do Pride, o M-1 Global.

Deixe seu comentário