Em luta movimentada, Alexandre Pantoja finaliza Seery no UFC Escócia

Brasileiro finalizou o experiente Neil Seery e venceu a segunda no UFC, enquanto Amanda estreou sendo nocauteada por Smith

Pantoja (dir) bateu Seery (esq) no card preliminar (Foto: Reprodução/Twitter UFC)

Pantoja (dir) bateu Seery (esq) no card preliminar (Foto: Reprodução/Twitter UFC)

A única vitória brasileira no UFC Escócia, realizado neste domingo (16), em Glasgow, veio através do peso mosca Alexandre Pantoja. Em uma luta bastante movimentada, o especialista em jiu-jítsu derrotou Neil Seery por finalização (mata-leão) aos 2m31s do terceiro round, aumentando sua sequência de vitórias, agora com 11 triunfos seguidos. Essa foi a segunda atuação de Pantoja no Ultimate, que estreou derrotando Eric Shelton no UFC Denver, em janeiro deste ano. Seery, por sua vez, anunciou sua aposentadoria do MMA. Aos 37 anos, o irlandês pendurou as luvas com um cartel de 16 vitórias e 13 derrotas, com 3-4 no UFC.

Veja Também

Siga os resultados do UFC Suécia. Foto: Reprodução Facebook/UFC
UFC Escócia – Gunnar Nelson x Santiago Ponzinibbio – Resultados
Nelson (esq) enfrenta Santiago (dir)(Foto: Reprodução/Youtube UFC)
UFC Escócia traz oportunidade de ouro para ‘Argentino Gente Boa’ e promessas brasileiras

A luta

O combate começou com os dois agressivos no centro do octógono. Pantoja acertou um bom direto em Seery, que caiu e rapidamente se levantou. O brasileiro passou a apostar nos chutes na perna do irlandês. Após uma boa sequência de golpes, Alexandre balançou Neil, que conseguiu sobreviver à blitz imposta pelo rival. Ciente do bom momento, o brasileiro clinchou e desferiu boas joelhadas no corpo do oponente, que conseguiu se recuperar e sair da posição. Pantoja seguiu controlando o duelo até o final do round.

Pantoja voltou para segunda etapa levando o combate para o clinche, pressionando o irlandês e disparando algumas joelhadas. Uma cotovelada do brasileiro abriu um corte no supercílio direito de Seery, que passou a sangrar. A luta voltou para o centro do octógono, com Sery conectando bons golpes no brasileiro, que o chamava para a luta. Os dois seguiram trocando golpes no centro do cage, com Pantoja engolindo fortes golpes aplicados pelo europeu, para a alegria do público presente.

Pantoja voltou para a terceira etapa levando o irlandês para o solo logo nos primeiros segundos. Na montada, o brasileiro trabalhou por cima e conseguiu pegar as costas de Seery após o irlandês tentar levantar. Com o cadeado fechado, foi questão de tempo para Pantoja encaixar o mata-leão e arrancar os três tapinhas em desistência do adversário.

Amanda Lemos é nocauteada em sua estreia no UFC

Smith comemora vitória sobre Amanda (Foto: Reprodução/Twitter MieshaTate)

Smith comemora vitória sobre Amanda (Foto: Reprodução/Twitter MieshaTate)

A estreia da paraense Amanda Lemos no UFC foi com o ‘pé esquerdo’. Abrindo o card preliminar do show, a brasileira até começou bem a luta, mas cansou na segunda etapa e foi nocauteada pela norte-americana Leslie Smith aos 2m53 segundos do segundo round. Essa foi a primeira derrota da carreira de Amanda, que agora conta em seu cartel com seis resultados positivos e um negativo. Smith, por sua vez, emplacou seu segundo triunfo seguido no Ultimate. Ao todo, soma 10 vitórias e sete reveses.

Na entrevista pós-luta, ainda no octógono, Smith aproveitou a oportunidade para desafiar Bethe Correia, que recentemente foi nocauteada por Holly Holm. “A divisão feminina do peso-galo está aberta, está uma selva, tenho dois bônus e estou esperando pela Bethe Correia. Esse dedo do meio está esperando pela Bethe. Todo mundo foi usado por ela, e agora quero usá-la para subir também”, disparou a lutadora.

Amanda começou a luta agressiva, conectando bons golpes em Leslie. A brasileiro tentou um bonito chute rodado, mas se desequilibrou e caiu. Leslie rapidamente foi para a guarda da rival, porém o combate voltou a ficar em pé. A americana cresceu na luta e aplicou um boa combinação em Amanda, que clinchou, derrubou e caiu por cima, faltando poucos segundos para o gongo soar.

A brasileiro voltou a para a segunda etapa com a guarda baixa, como se provocasse a adversária. Smith se aproveitou da situação e aplicou fortes socos em Lemos, que aceitava o ritmo imposto pela americana. Visivelmente cansada, Amanda encostou as costas na grade e foi duramente castigada por Smith, que só parou de golpear quando o árbitro interrompeu o combate.

CARD PRINCIPAL 

Peso meio-médio: Santiago Ponzinibbio derrotou Gunnar Nelson por nocaute técnico aos 1m22s do R1

Peso palha: Cynthia Calvillo derrotou Joanne Calderwood por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 29×28)

Peso leve: Paul Felder derrotou Steven Ray por nocaute técnico aos 3m57s do R1

Peso médio: Jack Marshman derrotou Ryan Janes por decisão unânime juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso meio-pesado: Khalil Rountree derrotou Paul Craig por nocaute técnico aos 4m56s do R1

Peso pesado: Justin Willis derrotou James Mulheron por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

CARD PRELIMINAR

Peso meio-médio: Danny Roberts derrotou Bobby Nash por nocaute aos 3m59s do R2

Peso mosca: Alexandre Pantoja derrotou Neil Seery por finalização (mata-leão) aos 2m31 do R3

Peso médio: Galore Bofando derrotou Charlie Ward por nocaute técnico aos 2m10s do R1

Peso pena: Danny Henry derrotou Daniel Teymur por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×26)

Peso galo: Brett Johns derrotou Albert Morales por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×25)

Peso galo: Leslie Smith derrotou Amanda Lemos por nocaute técnico aos 2m53s do R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário