Cyborg ironiza declarações de técnico de Holm: ‘Deixe-a lutar’

Brasileira deu a entender que norte-americana já recusou lutas com ela e voltou a pedir duelo para o UFC 219

C. Cyborg é a nova campeã peso pena do UFC (Foto: Reprodução Facebook UFC)

C. Cyborg é a nova campeã peso pena do UFC (Foto: Reprodução Facebook UFC)

A brasileira Cris Cyborg reagiu com bom humor às declarações de Mike Winkeljohn, que disse que sua pupila Holly Holm tem todas as armas para vencê-la. Através de seu Twitter, a campeã peso pena ironizou as recusas da norte-americana, que já teria evitado o confronto em algumas oportunidades e voltou a avisar o UFC que pretende lutar contra Holm no UFC 219, último evento de 2017, em Las Vegas.

Veja Também

Técnico garante que Holly Holm pode nocautear Cris Cyborg
Musa do UFC, VanZant exibe corte profundo no pé; Imagem é forte
Anderson Silva volta ao octógono contra Kelvin Gastelum no UFC China

“Simples. Se Holly Holm não rejeita lutas, então Winkeljohn e Greg Jackson (outro treinador de Holly) deveriam deixá-la lutar no UFC 219. As últimas quatro lutas de Holly Holm mostraram que ela também é superável”, declarou Cyborg, terminando seu tweet com uma risada.

Amigas fora do octógono, Holm e Cyborg, que se conheceram durante as gravações do filme “Fight Valley”, ficaram perto de lutar antes. No UFC 208, ambas foram sondadas pelo Ultimate para abrirem a categoria peso pena, mas ambas recusaram. Cris mostrou exames que provavam que ela não conseguiria bater o peso com a antecedência requerida pelo UFC, e Holly não deu motivos para sua recusa.

Porém, uma luta contra Germaine De Randamie acabou sendo oferecida para a norte-americana que a aceitou. GDR surpreendeu e venceu o cinturão da divisão pena, mas perdeu o título quando se recusou a defendê-lo contra Cyborg. A brasileira, então, venceu Tonya Evinger no UFC 214 e se tornou a nova campeã da categoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário