Velasquez admite que só voltará ao UFC no ano que vem

Ex-campeão revelou que se afastou neste ano para estar 100% e não voltar tão cedo e piorar lesões, como fez no passado

C. Velasquez não luta desde 2016 (Foto: Reprodução Facebook Cain Velasquez)

C. Velasquez não luta desde 2016 (Foto: Reprodução Facebook Cain Velasquez)

Cain Velasquez não luta desde o UFC 200, em julho de 2016, quando nocauteou Travis Browne no primeiro round e se recolocou perto de uma disputa de cinturão. Porém, a inatividade do ex-campeão peso pesado vem deixando seus fãs apreensivos. Apesar de alguns rumores de que ele desafiaria o atual dono do título, Stipe Miocic, no fim do ano, Velasquez revelou que só retornará ao octógono em 2018.

Veja Também

Overeem (foto) quer pegar Ngannou (Foto: Reprodução Facebook Alistair Overeem)
Overeem aceita desafio de Ngannou: ‘Não vai furar a fila’
Luta entre Cormier (esq) e Jones (dir) ficou sem resultado (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Cormier: ‘Doping não deixa Jones ser o melhor de todos’
Aldo quer migrar para o boxe depois do UFC (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
José Aldo crava ida para o boxe logo depois do fim do contrato com o UFC

Em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting, o norte-americano disse que está cuidando de todos os seus problemas de saúde antes de retornar, pois “deve aos fãs” estar 100% quando de fato voltar a lutar.

“Tenho passado por um bom momento agora com a minha família e nesse processo de me recuperar de todas as minhas lesões. Eu e minha esposa estamos esperando um bebê para novembro e quero estar lá para ela. Tenho passado bastante tempo com a família e me recuperando. Não vou voltar enquanto não estiver 100%, não consigo mais voltar sem estar totalmente recuperado, não posso mais me dar a esse luxo, como fazia antes. Quero estar 100% curado para dar um show aos meus fãs. Neste ano, não vou voltar. Devo retornar em 2018 apenas”, comentou Cain, declarando que não espera uma chance pelo título no retorno.

“Não sei, na verdade. Quero competir, adoro isso, adoro trabalhar, treinar. Não tenho estado em contato com o UFC e uma luta pelo título não depende de mim. Vamos ver o que vai acontecer”, encerrou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário