Dream estréia com sucesso no Japão

Na primeira edição do Dream, realizada na manhã deste sábado, no Saitama Super Arena, no Japão, os brasileiros tiveram sentimentos diferentes. Apenas Luiz Buscapé saiu como vencedor, o BTT finalizou Kazuyuki Miyata com um mata-leão a 7m37s do primeiro round e continua no GP lightweight do evento, André Dida e Gesias Cavalcanti não tem muito o que comemorar. Na luta principal da noite, Gesias enfrentou o japonês Shinya Aoki no combate que acabou sem vencedor. Após acertar três cotoveladas no japonês, o que é permitido pelas regras, o juiz interrompeu a luta e decretou no contest ainda no primeiro round, após o japonês afirmar que um dos golpes acertou sua nuca. Gesias entrou no coro da torcida, que pedia a volta de Aoki ao combate, o que não aconteceu, decepcionando quem aguardava pela luta da noite.

O brasileiro André Dida não conseguiu superar o americano Eddie Alvarez e foi nocauteado a 6m47s do primeiro round. Na luta de Mirko Cro-Cop, o resultado não foi diferente do esperado. Cro Cop voltou com tudo também, nocauteando o frágil Mizuno aos 56s de combate.. Confira abaixo os resultados completos do Dream.

RESULTADOS COMPLETOS

– Minowaman finalizou Kwan-Bum Lee a 1m25s do 1R;
– Hayato Sakurai nocauteou Hidetaka Monma a 4m12s do 1R;
– Joachim Hansen derrotou Kotetsu Boku na decisão unânime dos juízes;
– Luiz Buscapé finalizou Kazuyuki Miyata com um mata-leão a 7m37s do 1R;
– Katsuhiko Nagata derrotou Artur Oumakhanov na decisão unânime dos juízes;
– Mitsuhiro Ishida derrotou Bu-Kyung Jung na decisão unânime dos juízes;
– Mirko Cro Cop nocauteou Tatsuya Mizuno a 56s do 1R;
– Eddie Alvarez nocauteou Andre Dida a 7m37s do 1R;
– Tatsuya Kawajiri derrotou Black Mamba na decisão unânime dos juízes;
– Gesias Cavalcanti contra Shinya Aoki: No contest (interrupção do juiz devido a uma cotovelada ilegal).

Deixe seu comentário